sábado, 19 de dezembro de 2009

Novos Projetos e Pilotos - Parte 11

Estamos quase em 2010 e nossas postagens sobre projetos e pilotos chega ao número 11, sem contar as matérias individuais publicadas ao longo do ano. Ainda é cedo para saber quais desses projetos ou pilotos terão a chance de se mostrarem na TV, mas não há dúvidas de que as emissoras estão se esforçando para encontrar novas séries que consigam segurar um público diante da telinha.


Elenco da série inglesa "Bugs"

Nos Estados Unidos: 

Anthony Zuiker, produtor de "CSI:NY", através de sua produtora, a Dare to Pass, desenvolve um projeto para a CBS que tem um tema interessante e atual, embora não seja novo. "Cyber Crimes", título provisório, está com a encomenda de desenvolvimento do roteiro do piloto.

Trata-se de um drama que apresenta episódios com base em uma fórmula narrativa (ou procedural, como queiram), o que significa que todos os episódios começam e se desenvolvem do mesmo jeito.

A história gira em torno de uma agência do governo que combate o crime cibernético.Quem acompanha as séries de TV inglesas, deve se lembrar de uma das primeiras produções a explorar este tema: "Bugs", já exibida no Brasil.

Segundo a imprensa americana, Zuiker andou fazendo pesquisa de campo junto ao FBI, CIA e do Departamento de Defesa, tentando descobrir os procedimentos básicos adotados no combate ao crime virtual em especial ao terrorismo cibernético.

Também para a CBS existe um projeto chamado "Murmurs", que se apóia na viagem no tempo. A história gira em um futuro próximo no qual as viagens no tempo já são uma realidade. Uma agência do governo, conhecida como Commission, tem como função corrigir a manipulação da história feita pelo que eles classificam como sussurros (murmurs - daí o título), um breve e quase imperceptível espaço de tempo.

Adoro histórias sobre viagens no tempo, pena que o roteiro esteja nas mãos de Jason Smilovic, responsável pelos pilotos de "Bionic Woman" (remake), "My Own Worst Enemy", "Kidnapped" e "Karen Sisco", todos com desenvolvimentos bem fraquinhos. Vamos torcer que seus colegas consigam exercer influência positiva nos trabalhos. Criada por ele em parceria com Tyler Mitchell e Elaine Goldsmith-Thomas, a série ainda está em fase de roteirização.

Ainda pela CBS, o canal encomendou a produção do piloto de "Mike and Molly", nova série de Chuck Lorre, atualmente "por cima da carne seca" com os sucessos de "Two and a Half Men" e "The Big Bang Theory". Criada por Lorre e Mark Roberts, a sitcom gira em torno de um casal que tenta emagrecer fazendo diferentes tipos de dietas e participando de reuniões de vigilantes do peso. Por enquanto a encomenda está restrita ao episódio piloto que deverá ser produzido pela Warner Brothers TV.

Por curiosidade, Roberts é um ex-ator, tendo feito participações especiais em várias séries e integrado o elenco da sitcom "The Naked Truth", que lançou Téa Leoni, a Sra. David Duchovny. Roberts trocou a carreira de ator pela de produtor e roteirista, trabalhando com Lorre em "Two and a Half Men".

Na área da comédia, Matt Goldman, que tem em seu currículo séries como "Seinfeld" e "Ellen", tem um projeto junto à Fox que ainda não tem um título. Com possível produção da Sony TV e da Tannenbaum Co. a história tem como base uma experiência vivida pelo roteirista.

Tendo feito sucesso na TV, Goldman afastou-se para escrever um livro, ao tentar voltar, encontrou as "portas fechadas". Assim, na história da sitcom, temos um homem que tenta retomar o rumo de sua vida profissional e pessoal, enquanto, para pagar as contas, trabalha em uma empresa que mantém um ambiente caótico, gerenciado por uma mulher a quem ele dispensou cinco anos antes.




Já a MTV vai mesmo produzir uma série juvenil com base no filme de 1985 "O Garoto do Futuro/Teen Wolf", estrelado por Michael J. Fox, como já divulgado aqui. Por curiosidade, o filme trazia uma abordagem leve ao tema do clássico do terror "I Was a Teenage Werewolf", estrelada por Michael Landon em 1957.

O filme dos anos 80 gerou uma sequência, "Teen Wolf  II", estrelada por Jason Bateman em 1987; bem como uma série animada produzida em 1986 com duas temporadas; e, ainda teve uma série canadense com base no desenho animado, chamada "Big Wolf  on Campus".

A nova versão terá produção da MTV e roteiro de Jeff Davis, de "Criminal Minds". O elenco começou a ser escalado: Tyler Posey, Tyler Hoechlin, Crystal Reed e Dylan O'Brien darão vida à história que gira em torno de Scott McCall (Posey), um estudante que descobre ser um lobisomen. O projeto tem apenas o piloto encomendado para avaliação. Ainda sem um título definido, as filmagens devem ocorrer entre os dias 16 de fevereiro e 5 de março de 2010.


Cornelius Vanderbilt

Vamos falar do Showtime. Conforme dito aqui, o canal está em busca de uma nova produção que siga o mesmo estilo, para substituir "The Tudors", que encerra com a quarta temporada. Além dos Bórgias, o canal também encomendou roteiros para uma série que deverá girar em torno da família Vanderbilt.

O projeto é situado no Século 19, tendo como ponto central  Cornelius Vanderbilt, filho de imigrantes que criou um império, tornando-se no homem mais rico do mundo. Ele investiu na construção de ferrovias e na frota de navios cargueiros. Teve 13 filhos e casou-se duas vezes, sendo a segunda com uma jovem 43 anos mais nova que ele; com sua morte em 1877, aos 82 anos, Cornelius deixou 95% de sua herança para um único filho, William, que seguiu o estilo duro e prepotente do pai de fazer negócios.

O roteiro do episódio piloto está a cargo de Julian Fellowes, do filme "Assassinato em Gosford Park". É improvável que o Showtime dê sinal verde para a produção das duas séries, os Bórgias e os Vanderbilts. Como dito na postagem anterior, o canal está em busca de alternativas, para poder escolher a que melhor de adequar ao seu perfil e interesses.

Se aprovado, o projeto será produzido pela CBS TV em conjunto com a Simon West Production, com Bob Balaban e Rob Paris como produtores executivos. Entre os dois projetos, os Bórgias parecem mais interessantes!

Esta não é a primeira vez que os Vanderbilts se tornam alvo de uma série de TV. Parece que a HBO teve um projeto sobre a família em 2008, que teria a produção de Joel  Silver, mas foi engavetado.





Chegamos ao canal USA, que vem colecionando sucessos de público como "Monk", "Burn Notice" e mais recentemente "White Collar" entre outros. O canal decidiu apostar em uma adaptação de "Um Novato na Máfia/The Freshman" para a TV.

Estrelado por Marlon Brando e Matthew Broderick, o filme de 1990 foi escritor e dirigido por Andrew Bergman, que foi contratado pelo canal para desenvolver o projeto para a TV. A história de "The Freshman" gira em torno de um estudante da New York Universtiy, que se torna o garoto de recados de um chefão da máfia.

Se aprovado, será produzido pela Sony TV que tem um contrato com o USA para a produção de mais três projetos: "Dr. Donna", uma dramédia sobre um terapeuta esportivo criado por Liz Kruger e Craig Shapiro; "Partners in Crime", sobre ex-esposas que se tornam detetives particulares; e "Scales of Justice", sobre um policial obeso que comanda um grupo de gordinhos no combate ao crime. Os dois últimos, já mencionados aqui, são uma produção da Apostle, produtora de Denis Leary, que é associada à Sony TV.



 Allison Janney

Ainda sobre o Showtime, a versão americana da série inglesa "Shameless" já tem os atores principais contratados. Além de William H. Macy (mencionado aqui), o piloto encomendado para avaliação terá a presença de Emmy Rossum, Allison Janney, de "The West Wing", e Justin Chatwin.

Com produção da Warner Brothers TV em associação à John Wells Productions, a série tem como base a produção inglesa criada por Paul Abbott. A história gira em torno dos Gallaghers, uma família de classe operária que vive em Chicago, onde tentam driblar a crise econômica que tomou conta dos EUA. 

A Apostle, produtora de Dennis Leary, também está com um projeto para o canal Lifetime. A série ainda sem título é assinada por Pam Wechsler, ex-advogada e promotora, que largou a profissão para tornar-se roteirista e consultora da série "Lei e Ordem: Trial By Jury", cancelada com apenas 13 episódios produzidos. De lá para cá, Wechsler escreveu roteiro para produções como "Law & Order: CI" e "Canterbury's Law", até resolver criar a sua própria série. 

A história gira em torno de uma equipe formada por testemunhas que são contratadas por escritórios de advocacias para prestarem assistência aqueles que precisam testemunhar nos tribunais.




Pela ABC foi aprovada a produção do piloto "Awkward Situations for Men", estrelado pelo britânico Danny Wallace. Com produção da Warner Brothers Television e da Heyday Films, a história tem como base um livro de mesmo nome escrito por Wallace. A série deverá ser uma mistura de produção ficcional com reality, na qual veremos Wallace e sua esposa tentando adaptar-se ao estilo de vida do americano, mas enfrentando dificuldades em aceitar o choque de culturas.Algo que segue o estilo de "Curb Your Enthusiasm". O roteiro está a cargo de Jeff e Jackie Filgo, de "That 70's Show".

Já o Cartoon Network continua desenvolvendo novos projetos de séries estreladas por atores. Depois das já anunciadas "Unnatural History" e "Tower Prep" o canal divulga o projeto criado por Greg Coolidge e Kirk Ward que deverá ser produzido em formato telefilme com perspectivas de se tornar o piloto de uma nova série. Ainda sem título, a história gira em torno de um adolescente que vê sua família receber um estudante japonês por intercâmbio cultural. Logo ele descobre que o novo colega tem uma missão secreta a cumprir.
Na Inglaterra: 

A BBC1 prepara a minissérie "The Deep", com cinco episódios estrelada por James Nesbitt, de "Jeckyl", Minnie Driver, de "The Riches", e Goran Visnjic, de "Plantão Médico/ER". Criada por Simon Donald e produzida pela Tiger Aspect Productions, o thriller, filmado na Escócia, é situado no Ártico onde uma equipe de oceanógrafos parte em um submarino com a missão de descobrir novas formas de vida. Mas, estranhas circunstâncias levam a equipe a enfrentar a falta de oxigênio e problemas de comunicação com a superfície.



Jason Lewis e Kiara Sasso

No Brasil: 

A série "Rio", mencionada aqui, foi confirmada pela produtora Mixer, que está responsável por este projeto no Brasil, bem como pela imprensa brasileira que flagrou o ator Jason Lewis nas ruas do Rio de Janeiro filmando cenas do piloto. Curiosamente, a imprensa americana não parece interessada no projeto, tendo em vista que a maioria dos jornais internacionais não têm dado importância à produção. Enquanto isso, a mídia brasileira divulga a série com matérias em torno do ator, sem fornecer maiores dados, algo que a Mixer também não disponibilizou.


Aparentemente, a produção tem cinco episódios iniciais planejados, mas ainda não tem um canal para ser exibida. Criada por Scott Steindorff,, de "Las Vegas", a série "Rio" traz Jason Lewis interpretando um detetive particular americano que chega ao Rio de Janeiro em missão. Ele se apaixona pelo local paradisíaco e decide ficar. No piloto também estão os brasileiros Kiara Sasso, Cinthia Moura, Jonatas Saro.

Nas fotos, cenas do piloto divulgadas pela imprensa brasileira.

 
Jason e Jonatas Faro

2 comentários:

Rubens disse...

Eu particularmente sou mais ralista e ja acho mais do que previsivel que a imprensa (e o público) americano em geral não irão se interessar por uma série passada em país estrangeiro, ainda mais um país pobre sul-americano sem grande importancia (nao adianta ficar posando com falso ufanismo aqui).

Se nem seriados com ator americano em Londres eles se interessam, quanto mais em país cucaracha que nem fala inglês. Isso sem falar que se trata de um projeto de futuro incerto que nem canal exibidor tem.

Penso que, comparando, seria a mesma coisa do grande público brasileiro se interessar por uma serie ambientada em algum país africano insignificante, ou da America Central. O interesse seria mínimo, limitado a pouquissimas pessoas.

Celeste Morrigan disse...

Allison Janney \o/

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.