segunda-feira, 15 de março de 2010

Katherine Heigl vs. Grey's Anatomy

 Elenco de "Grey's Anatomy"
(clique na imagem para ampliar)

Ao longo de 6 décadas a televisão americana conseguiu construir uma sólida presença na cultura americana, chegando ao ponto de derrubar preconceitos criados pela indústria cinematográfica, que via a TV como uma concorrente. Aproximadamente três décadas depois do surgimento do veículo, os estúdios perceberam que a televisão poderia ser uma aliada. Hoje, a grande maioria dos canais americanos estão, de alguma forma interligados com os estúdios de cinema.

Se nos primórdios a TV era apontada pelo cinema como um reduto de atores sem talento ou "depósito de estrelas caídas", com o passar das décadas, a mentalidade dos produtores de filmes mudou, e eles passaram a ver o veículo como uma forma de descobrir novos talentos. Por isso mesmo, ainda hoje, muitos atores utilizam a TV como trampolim para o cinema. A concorrência é esmagadora; artistas desconhecidos lutam com unhas e dentes para conseguirem entrar no elenco de uma série, torcendo para que ela faça sucesso, para, então, criar público e, a partir daí, poder dar um salto maior: as telas de cinema.

Curiosamente, essa migração que já se tornou tradicional, ocorre em paralelo com outra que a produção de TV a cabo fez surgir. Grandes nomes do cinema buscam, atualmente, trabalhos na TV a cabo para conseguirem atuar em produções com um certo desenvolvimento artístico; visto que o cinema fecha, cada vez mais, as portas para personagens que já ultrapassaram uma certa idade. Sem falar no fato de que a indústria cinematográfica vem intensificando sua perseguição às produções blockbusters e comédias (românticas ou escrachadas), deixando pouco espaço para títulos independentes ou artísticos. Assim, o cinema recebe de braços abertos atores que traduzirão suas famas recém adquiridas nas séries, em bilheterias rentáveis... assim se espera.

Katherine Heigl

Katherine Heigl é uma atriz que começou no cinema, mas não conseguiu construir uma carreira sólida. Então, foi para a televisão, em busca de fama. Tentou com "Roswell", série de ficção produzida entre 1999 e 2002, que não chegou a chamar a atenção da crítica, nem de um grande público. Tentou telefilmes...nada. Então veio "Grey's Anatomy", série que explora a narrativa de novelas, seguindo uma linha melodramática, o que a tornou extremamente popular a nível mundial. Pronto, objetivo alcançado. Agora o próximo passo seria voltar para o cinema. No entanto, o contrato que a atriz assinou com a produção da série, a deixava presa por, pelo menos, 6 anos (o elenco tem contrato até 2012). Ela ficou 5...até que durou muito! O problema é a forma como ela ficou.

Querer fama na TV para poder se lançar no cinema é normal. O problema é a postura com a qual o ator apela para conseguir conquistar seu objetivo, comprometendo, com isso, o ambiente de trabalho; isso sem falar que muitas vezes a saída do ator prejudica o desenvolvimento da história ou pior, gera seu cancelamento, como foi o caso de "Minha Vida de Cão/My So-Called Life", estrelada por Claire Danes. Mas, para a sorte dos fãs de "Grey's Anatomy" a saída de Katherine não deverá ter a menor importância para a série.


Sabemos que não é de hoje que surgem boatos de que Katherine deixará o elenco de "Grey's Anatomy". Desde que a série conquistou seus primeiros índices de audiência e prêmios; desde que Isaiah Washington deixou o elenco em 2007 por conflitos com a sexualidade do ator T. R. Knight, ou mesmo, desde que o próprio Knight deixou a série em 2009.

Em 2008 ela se recusou a se candidatar à disputa do prêmio Emmy alegando que a série não tinha lhe dado material suficiente para concorrer naquele ano. Em 2009, pediu e conseguiu afastamento para trabalhar em um novo filme, levando mais tempo que o necessário para retornar; daí ela adotou um bebê, pedindo um novo afastamento de dois meses. Recentemente, criticou publicamente a carga horária de produção da série, que parece ser de 17 horas diárias.

A atriz deveria retornar à produção no dia 1º de março, mas não apareceu e nem deu explicações. A atitude de Katherine colocou um ponto final em um cabo de guerra que vem em um crescendo desde 2007 (a série estreou em 2005). Esta semana foram confirmados os boatos de que a atriz abandonou o elenco da série, para a qual não irá mais retornar; o que significa que ela não filmará a despedida de Izzie.


Shonda Rhimes deve estar com o "saquinho da paciência" bem cheinho com as manobras de Katherine para ser dispensada de seu contrato. A criadora e produtora da série não teve alternativa senão concordar com a saída da atriz. Algo que não deverá afetar a trama, visto que os roteiristas vêm preparando a saída de Izzie nas duas últimas temporadas. Falta só a ABC Studios finalizar as negociações com os agentes de Katherine para definir os termos de seu afastamento, os quais, com certeza, incluirão penalidades e exigências.

Katherine já está no elenco de cinco filmes em fase de pré-produção, dois dos quais ela também será a produtora. Resta, agora, saber que tipo de futuro Katherine terá no cinema: se ela será uma David Caruso que deixou a série "Nova Iorque Contra o Crime" por uma carreira no cinema, para depois voltar correndo para a televisão; ou se ela será uma George Clooney, que (elegantemente) deixou o elenco de "Plantão Médico/ER" e hoje é um dos nomes de peso da indústria cinematográfica, explorando suas opções como ator, produtor e diretor.

Seja qual for o caminho que ela irá seguir, a saída de Katherine me lembra muito a confusão que foi quando Farrah Fawcett decidiu deixar o elenco de "As Panteras", após a primeira temporada, para tentar uma carreira no cinema (o qual nem se deu ao trabalho de mencionar a sua morte).

3 comentários:

Thiago disse...

Menina idiota mesmo né? Grande a carreira dela no cinema até agora... nenhum filme que tenha sido bom.

Sergio disse...

Fernanda, eu vou ser novamente repetitivo, mas os seus posts são sempre sensacionais.

Enquanto qualquer outro blog de séries passa essa informação de forma seca e direta, você sempre faz essa critica e análise sobre os acontecimentos. Eu acho isso fantástico.

Entro por aqui várias vezes por dia torcendo que o blog tenha sido atualizado.

Parabéns e continue com o excelente trabalho.

Beijão!

Fernanda Furquim disse...

Ah, adoro esse tipo de repetição! rsrsrsrs

Obrigada pelo carinho e pela companhia, Sérgio!

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.