terça-feira, 9 de março de 2010

Os Esquecidos do Oscar 2010


Como é costume na entrega do Oscar, sempre é feito um tributo aos atores falecidos no ano anterior no segmento In Memoriam. Esse ano, chamou a atenção de muitos, entre eles Ryan O'Neal e Jane Fonda, a ausência de Farrah Fawcett, o que classificaram de grande falha.

A atriz de As Panteras não foi a única esquecida. Também nesta lista, Gene Barry (Bat Masterson; Chefe Burke/Burke's Law), Philip Carey (Laredo), Henry Gibson (Justiça Sem Limite/Boston Legal), Bea Arthur (As Supergatas/Golden Girls) e Harve Presnell (The Pretender). Embora eles sejam mais conhecidos por seus trabalhos na TV, todos tiveram participações mais significativas no cinema que Michael Jackson, cantor lembrado pelo Oscar.

A imprensa americana cobrou da Academia os motivos de terem esquecido justamente de Farrah Fawcett, atriz que faleceu no mesmo dia que Michael Jackson. A porta-voz da Academia, Leslie Unger, declarou que infelizmente não é possível incluir todos na montagem, enquanto Bruce Davis, diretor executivo da Academia, acrescentou que este é um dos maiores problemas enfrentados na organização do Oscar todos os anos. Ele e um comitê fazem uma lista inicial de aproximadamente 100 pessoas e a reduzem para cerca de 30.

No caso específico desses atores, Davis, declarou considerá-los mais conhecidos por seus trabalhos na TV. No entanto, não justificou a presença de Michael Jackson, mais conhecido por seu trabalho na música que no cinema.

4 comentários:

solid disse...

Michael Jackson é mito, lenda... não poderia ficar de fora mesmo não tendo feito nada de especial no cinema...

Ele é um artista muito gigante para ficar de fora...

Rodrigo Otávio disse...

Eles não fizeram por mal. E esquecer do Michel Jackson, mesmo querendo, é dificil.

Ainda menino (13 ou 14 anos) Michael Jackson já tinha uma música tema de um filme: "Ben".
Inclusive ele a cantou na 45ª cerimônia de entrega.

Também compõs músicas pra "Free Willy" 1 e 2. "Will You Be There" e "Childhood"

Michael Jackson também participou como ator no filmes: “The Wiz” (adaptação negra de O Mágico de Oz), “Captain EO” e “Moonwalker”.

É o que lembro agora.

Fernanda Furquim disse...

Concordo que não fizeram por mal. Eles se deixaram levar pela influência da comoção e do choque da perda, bem como da opinião pública na hora de selecionar quem apareceria e quem não entraria na homenagem.

Com isso, falharam em homenagear atores que deram uma contribuição maior.

Se eles eram atores mais conhecidos por seus trabalhos na TV, Michael Jackson era mais conhecido pela música.

Mas se for em função de quantidades de trabalho:

Farrah Fawcett fez 10 filmes;

Gene Barry fez 19 filmes;

Philip Carey fez 34 filmes;

Henry Gibson fez 36 filmes;

Harve Presnell fez 20 filmes;

Bea Arthur fez 6 filmes;

Sendo que, pelo que sei, todos eles eram membros da Academia, Michael não era.

ac disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.