terça-feira, 16 de março de 2010

Scott Bakula Fala Sobre Filme de Contratempos


Se você é fã de "Contratempos/ Quantum Leap" com certeza, está se sentido frustrado(a). A série que lançou o ator Scott Bakula e trouxe Dean Stockwell de volta à TV, pode ser muito famosa nos EUA, mas é desconhecida no Brasil. Pelo menos é o que concluiu a distribuidora Universal quando lançou a primeira temporada em DVD. Depois do encalhe, cancelaram a distribuição da série nessa mídia.

O problema é que não souberam oferecê-la ao mercado, visto que sua estrutura é meio complicada para a mentalidade mediana de pessoas que avaliam o conteúdo pela capa. Ficou escondida nas prateleiras, não teve promoções, e não teve divulgação apropriada. Tem fã que até hoje nem sabe que a primeira temporada saiu em DVD.

Fora da programação de qualquer canal e sem os lançamentos, a expectativa era a de que a tão prometida versão cinematográfica saísse logo do papel, enquanto os atores estão inteiros e saudáveis para estrelarem o filme. Volta e meia se fala nele, mas tudo o que se fala é que está difícil de acontecer.

Essa semana o ator Scott Bakula conversou com a revista TV Guide porque está no elenco da série da TNT, "Men of a Certain Age", que tem tido uma boa receptividade de público e crítica. Tanto que já foi renovada para a segunda temporada. O ator também fará uma nova participação na série "Chuck" na qual interpreta o pai do "espião por acaso". Conversa vai, conversa vem, a repórter se lembrou de "Contratempos" e fez a tão aguardada pergunta. "Quando sai o filme?"


Bakula disse que não tem previsão. Segundo o ator, ainda se fala sobre o assunto nos bastidores da Universal, mas a situação está complicada em função dos direitos autorais. Ninguém sabe ao certo o que pertence a quem. Bakula disse que a série foi produzida por dois estúdios (Belisarius Productions em parceria com a Universal TV), mas que os direitos de produção do filme foram vendidos a outro estúdio (não citou qual), que os teria vendido a uma outra empresa (não citou qual).

Ainda segundo Bakula, Don Belisario, autor e produtor da série, tem interesse em uma versão cinematográfica, bem como Stockwell. Nesse meio tempo, chegou a existir um projeto de se produzir uma versão australiana da série, mas não foi adiante.

Por curiosidade, em 2009 foi produzido um fã filme, com o apoio de Deborah Pratt, uma das principais roteiristas da série e ex-esposa de Belisario. Escrito e dirigido por Christopher Allen, o filme recebeu o título de "Quantum Leap: A Leap to Di For", disponibilizado gratuitamente na Internet.

Video com cenas da série com música cantada por Scott Bakula 
no episódio em que ele troca de lugar com Elvis Presley

Como bem se recordam, a série gira em torno de Sam Beckett (Bakula), um cientista que viaja em seu próprio período de vida, trocando de lugar com pessoas no passado para consertar o que uma vez saiu errado. As pessoas com as quais ele se relaciona, vêem a imagem da pessoa com quem ele trocou de lugar.

Assim, ele já foi menino, adolescente, velho, mulher, louco, deficiente mental, vampiro, Elvis, guarda-costas de Marilyn Monroe, Lee Harvey Oswald, ensinou Michael Jackson a dançar, e foi até macaco! No tempo futuro, os amigos de Beckett tentam ajudá-lo a trazê-lo de volta, enquanto convivem com a pessoa que trocou de lugar com ele (que tem a aparência de Beckett). Graças à tecnologia de Ziggy, um computador híbrido, Al Calavicci (Stockwell), consegue projetar sua imagem para o tempo em que Beckett está, podendo ser visto e ouvido somente por ele graças à conexão estabelecida via suas ondas mentais.  

O último episódio se tornou um clássico. Sem muitas respostas, a não ser as interpretativas, ele entrou para a história das séries de TV, sendo adaptado por outras produções, como "Stargate SG-1" e "Warehouse 13".


Na história, do fã filme, Sam Beckett troca de lugar com um jovem americano de 26 anos que está visitando Paris, na França. O ano é 1997, o dia é...24 horas antes da morte da Princesa Diana. Concluindo que sua missão divina é evitar a morte de Diana, Sam terá que agir sozinho, já que um corte no orçamento fechou o projeto Quantum Leap em seu próprio tempo. Sem a ajuda de Ziggy ou Al, ele passa a utilizar a tecnologia da época. Mais tarde ele consegue entrar em contato com o Presidente Americano, convencendo-o da importância de sua missão. Assim, o Presidente ordena, no tempo presente, que o projeto seja posto em prática. Trabalhando com a equipe dos anos 90, Sam descobre sua verdadeira missão.

Joshua Ramsey interpretou Sam Beckett e Ed Erntess, foi o Almirante Al Calavicci. Deborah Pratt fez a voz de Ziggy. Confira o trailer abaixo.

6 comentários:

Christina Frenzel disse...

Uma pena a falta de divulgação da Série que, para mim, foi uma das melhores EVER!

Comprei a primeira temporada Brazuca por acaso, matando hora na sessão de DVDs da Fnac, aqui no Rio - levei o maior susto.

Alguns episódios são clássicos, servindo de inspiração para várias séries que estão hoje no ar.


Abraços

Unidade de Carbono no Palido ponto Azul disse...

Pena não ter continuado as outras temporadas. Universal é um lixo.
Também queria as outras temporadas de Seaquest ou mesmo a temporada única de Earth 2.

Cleide disse...

a Universal Channel ou melhor o canal USA em que passou Contratempos passou todos os episódios, inclusive teve reprise
e recentemente o canal Scifi reprisou
é uma série espetacular, impossível não gostar das situações em que Sam e Al se metiam
é triste saber que a recepção do seu DVD no Brasil foi tão infima e que com isso perdemos a oportunidade de ter um box em nossas prateleiras

Livio Lee disse...

Eu gosto muito do Bakula, ele foi/é um dos motivos que eu gosto tanto de Enterprise.

Anônimo disse...

Então minha busca pela segunda temporada chegou ao fim. Também adquiri o DVD da primeira, ansioso por assistir as posteriores, mas não achei mais nenhuma referência. Assim, resolvi peregrinar pela net a fim de saber que fim levou Contratempos em DVD. Agora recebo esta má notícia. Será que a Universal não poderia produzir ao menos um box para os aficcionados? Sei, seria pedir demais. Bem, agora estou com uma série sem final, maldição!!!!

Anônimo disse...

Aliás, estou passando o DVD, pois não vou ficar com uma série, cujas temporadas seguintes não serão lançadas.

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.