segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Ann-Margret em Law & Order: SVU

A atriz e cantora nos anos 60

Ann-Margret, nascida na Suécia, chegou aos EUA nos anos 40, ainda adolescente. Começou a fazer sucesso nos anos 60 como cantora de Rock. Namorou Elvis Presley, tendo trabalhado com ele no filme "Viva Las Vegas". Seu estilo musical levou sua gravadora, a RCA, a tentar vendê-la comercialmente como a Elvis feminina.

Sua primeira participação no cinema foi em um filme de Frank Capra, ao lado de Bette Davis, chamado "Dama por um Dia/Pocketful of Miracles". Esteve no musical "Feira de Ilusões/State Fair" mas o filme que tornou famosa foi "Adeus, Amor/Bye Bye Birdie", que recentemente teve uma cena de sua abertura apresentada em um episódio de "Mad Men". A produção era uma sátira à situação vivida por Elvis, no qual temos um cantor de rock que deixará a vida pública para servir ao exército. A jovem interpretada por Ann-Margret é escolhida por uma agência de publicidade para representar "todas as garotas da América", recebendo um beijo de despedida do famoso cantor.

Ann-Margret em 2005 e sua versão 
animada em "Os Flintstones"

No final dos anos 60 ela se casou com o ator Roger Smith, da série "77 Sunset Strip", com quem vive até hoje. Roger foi diagnosticado em 1965 como portador de miastesia gravis, doença que provoca fadiga muscular crônica, o que o levou a se afastar da carreira de ator. Ele passou a trabalhar como agente da esposa, que dividiu seu tempo entre a carreira com apresentações em shows e participações em filmes, e o cuidado com o marido.

Na TV, Ann-Margret teve pouquíssimas participações. A mais famosa, que já entrou para a história, é sua presença em versão animada de um episodio de "Os Flintstones". Também foi Deus em um episódio de "Popular", e ainda esteve em 3 episódios de "Third Watch", além de uma participação em "O Toque de um Anjo/Touched by an Angel".

Jaclyn Smith

Agora, segundo a TV Guide, a veremos em "Lei & Ordem: SVU", em um episódio que irá ao ar nos EUA no dia 31 de março. Ela interpretará a estrela de um comercial produzido nos anos 70. Só isso! Não foi divulgada mais nenhuma informação sobre seu personagem. O interessante é que no mesmo episódio também teremos a presença de Jaclyn Smith, a Kelly de "As Panteras", informação divulgada hoje aqui.

Mas as duas não serão as únicas; também teremos Morgan Fairchild, de "Os Milionários" e a mãe de Chandler em "Friends"; Susan Anton, modelo dos anos 70 que teve participações como atriz em várias séries ao longo dos anos 70 à 90; William Atherton, outro rosto conhecido por suas participações especiais; e Renee Taylor, a mãe de Fran Fine em "The Nanny". O episódio será dirigido por Helen Shaver, atriz de "Poltergheist - A Série", que começou a dirigir episódios de séries no final dos anos 90.

Susan Anton e Morgan Fairchild

"Law & Order: SVU" é, atualmente, a série da franquia que atrai maior audiência. Ela está em sua 11a. temporada, mas desde a primeira que vem colecionando participações especiais, um dos motivos de atrair audiência. Sua média atual é de 10 milhões de telespectadores, sendo que já chegou a registrar 16 milhões em sua segunda temporada, a mais alta até agora. "Lei & Ordem", a série da qual se originou, só terá uma 21a. temporada para poder quebrar o recorde de "Gunsmoke", que teve 20, porque a audiência não justifica a produção. Sua série irmã, "Law & Order: CI", também não consegue a mesma repercussão junto ao público, mesmo contando com participações especiais.

William Atherton e Renee Taylor

Na verdade, uma das vantagens de "Law & Order: SVU", em relação às outras, é o fato de lidar com uma temática muito pessoal (a de vítimas de estupro), que desencadeia o emocional, algo do qual as duas outras mantém distância. O tema, aliado à presença de Mariska Hargitay, filha de Jayne Mansfield, e indicada à vários prêmios por seu trabalho na série, transformou essa produção na mais querida do público de toda a franquia.

2 comentários:

Livio Lee disse...

Nossa, a mãe do Chandler vai continuar linda até os 112 anos.

Anônimo disse...

É uma pena que as outras L&O não tenham muita audiência nos EUA. Eu gosto igualmente das 3. Será um dia muito triste para a TV quando não pudermos mais ver a atuação de Sam Waterston, Jeff Goldblum e Vincent D'Onofrio, entre outros.
Um abraço,
Sílvia

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.