sexta-feira, 2 de abril de 2010

John Forsythe (1918-2010)


O ator famoso por "Dinastia" faleceu aos 92 anos de idade no dia 1º de abril, por complicações de pneumonia. Em 2006 o ator foi diagnosticado com câncer de cólon, entrando em fase terminal em 2009.

John Lincoln Freund nasceu no dia29 de janeiro de 1918 em Penns Grove, New Jersey. Seu pai era um dos funcionários da Dumont, uma das empresas que manteve um canal de televisão operante nos anos 50. Mais tarde, seu pai passou a trabalhar em Wall Street durante a depressão dos anos 30, o que levou John a viver em Nova Iorque. Aos 18 anos de idade, começou a trabalhar como locutor de um estádio de baseball no Broklyn.

Iniciou sua carreira de ator fazendo pontas em montagens de peças off-Broaday e em programas de rádio. Nessa época conheceu a atriz Parker McCormick, com quem se casou em 1939, e com quem teve um filho, Dall, nascido em 1943. O divórcio veio em 1943.

Em 1947, após prestar serviço militar durante a 2ª Guerra Mundial, John decidiu estudar arte dramática no Actor's Studio em New York. Nessa época, ele substituiu o ator Arthur Kennedy na montagem de "All My Sons", de Arthur Miller, que chamou a atenção da crítica. Depois ele substituiria Henry Fonda na montagem de "Mister Roberts". Quando estrelou a peça  "Casa de Chá do Luar de Agosto", John chamou a atenção de caçadores de talento de Hollywood.


Entre 1940 e 1950, John teve participações em vários teleteatros ao vivo produzidos em Nova York. Ao partir para Hollywood, o ator continuou a fazer participações em produções ao vivo da TV. Em 1955, John trabalhou com Alfred Hitchcock no filme "O Terceiro Tiro/ The Trouble with Harry", mas o sucesso da comédia de humor negro não o levou a conseguir novos trabalhos no cinema. Hitchcock o chamou para o um episódio de "Alfred Hitchcock Apresenta", no mesmo ano, e, na época, teria lhe sugerido a ficar na televisão.

Assim, John voltou a fazer participações especiais em teleteatros até ser escolhido para estrelar a série "The Bachelor's Wife". Produzida entre 1957 e 1962, a série deu ao ator a popularidade que precisava. Na sitcom, ele interpretou um advogado solteirão que adota sua sobrinha quando esta fica órfã.

Em "The Bachelor Father"

Pouco tempo depois, ele estrelaria uma nova série, "The John Forsythe Show", produzida entre 1965 e 1966, na qual atuou ao lado de duas de suas filhas, Page e Brooke, no episódio 8. As meninas foram fruto de seu casamento com a atriz Julie Warren, que ele conheceu em 1943, no teatro. A série seguinte do ator foi "To Rome with Love", entre 1969 e 1971, outra produção em que interpretou um pai solteiro, dessa vez um viúvo que, após a morte da mulher, muda-se para Roma com suas três filhas para dar aulas em uma Universidade. 

Em "The John Forsythe Show"

Mas a série que marcou a carreira do ator não apresentava seu rosto. Entre 1976 e 1981, John foi a voz de Charles Towsend, um playboy que mantinha uma agência de detetives femininas, grupo formado inicialmente por Sabrina, Kelly e Jill em "As Panteras". A contratação do ator para a série não foi planejada. Inicialmente, Aaron Spelling tinha contratado o ator Gig Young para gravar a voz de Charles no filme piloto. No entanto, o ator chegou bêbado para a gravação. Era madrugada, a gravação precisava ficar pronta para ser entregue na manhã seguinte. Então, Aaron correu atá a casa de John, que morava nas proximidades, e o levou ainda de pijamas para o estúdio.

Quando o piloto foi transformado em série, John exigiu em contrato que seu rosto nunca aparecesse, em função de sua opinião sobre o conteúdo do programa. Assim, Charles Townsend se tornou um enigma para as panterinhas e para o público. Para John, o personagem proporcionou que ele se tornasse no ator mais bem pago do período. Ele voltaria a interpretar Charles Townsend nos dois filmes produzidos para o cinema.

Nos bastidores de "Dinastia"

Mas, outro sucesso bateria à sua porta. Entre 1981 e 1989, ele interpretou Blake Carrington em "Dinastia", uma das novelas nortunas a fazer frente à "Dallas". Novamente sua contratação foi feita no último minuto. Produzida por Aaron Spelling, a novela seria estrelada pelo ator George Peppard, mas, segundo rumores, George entrou em conflito com os roteiristas e deixou a produção uma semana antes das filmagens terem início. Novamente Aaron apelou para o amigo John. Por curiosidade, a atriz que interpretou sua esposa na novela, Linda Evans, tinha feito participação em um episódio de "The Bachelor Father", quando ainda era adolescente. Na história, ela interpretava uma jovem que se apaixonava pelo personagem de John.


A novela deu à John dois Golden Globe e três indicações ao Emmy, e seu sucesso marcou novamente a carreira do ator, que já estava há muito tempo afastado do cinema. O último trabalho de John em elenco fixo de uma série foi "The Powers That Be", sitcom produzida entre 1992 e 1993 na qual interpretou um Senador que tem sua vida e carreira manipulada por sua esposa. No ano seguinte, o ator passou por um drama pessoal. Sua esposa entrou em coma em função de problemas respiratórios. Coube a John a decisão de desligar os aparelhos. O ator voltaria a se casar em 2002, com a empresária Nicole Carter, 20 anos mais jovem.

O primeiro problema grave de saúde do ator ocorreu ainda nos anos 70. Tendo nascido com problemas nas artérias, John sofreu de vários distúrbios cardíacos, os quais foram solucionados depois que ele se submeteu a uma cirurgia para implatar um marcapasso quádruplo em 1979. Entre suas paixões estavam as obras de arte e os cavalos de corrida. Dono de cavalos e participante de vários torneios, John chegou a fazer parte da diretoria do Hollywood Park Racetrack.

Com a esposa Nicole em 2009

Entrevista em cinco partes com o ator em 2008

Abertura e trecho de "The Bachelor Father"


Abertura de "As Panteras" na voz de John Forsythe


Trecho de Dinastia

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.