sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Sam Shepard se Rende às Séries de TV

Nos últimos anos têm se falado do avanço e da credibilidade que as séries de TV têm conquistado no meio cinematográfico. A presença de grandes atores e diretores, especialmente nas produções da TV a cabo, são uma prova de que Hollywood mudou sua postura em relação à televisão. Tradicionalmente contra, assumindo uma posição preconceituosa, grandes nomes do cinema se recusavam a fazer TV, especialmente seriados.

A postura começou a mudar nos anos 80 quando os grandes estúdios de cinema passaram a comprar ou se associar aos estúdios e canais de televisão. A necessidade de um blockbuster cinematográfico atrair público, fez com que aceitassem mais facilmente a presença de atores da telinha em seus filmes, visto conseguirem conquistar rapidamente uma legião de fãs em função de sua presença semanal no veículo. Ao longo dos anos, a presença desses atores no cinema se intensificou, tornando-se hoje uma obrigação. O caminho inverso, embora já existisse, ganhou força com o crescimento da produção da TV a cabo a partir dos anos 90.

Mas apesar de tudo eu costumava dizer que "só quando Sam Shepard fizer um seriado de televisão que esta mudança será concreta". Isto porque o ator é considerado um dos mais arredios às produções populares, seja do cinema, da televisão ou do teatro.

Importante autor teatral, Shepard ganhou o Pulitzer pela peça "Buried Child" em 1979, sendo indicado ao prêmio mais duas vezes. Membro da Academia Americana de Artes e Letras, co-autor da música "Brownsville Girl", de Bob Dylan, o companheiro de Jessica Lange nunca foi uma "figurinha fácil" em Hollywood. Não gosta de se dirigir à mídia; mantém sua privacidade fechada à sete chaves, não suporta blockbusters ou cultura de massa. Preferindo o teatro e a literatura, Shepard fez poucos trabalhos para o cinema ao longo de sua carreira iniciada na década de 60. Na TV, fez apenas telefilmes e uma minissérie, "Streets of Laredo", em 1995.

Mas agora Sam Shepard se rendeu às séries de TV. Os motivos não sabemos. Pode ser que o projeto seja tão bom que valha a pena, ou pode ser consequência da crise financeira, e ele esteja precisando de dinheiro. O fato é que o ator assinou contrato para integrar o elenco fixo da primeira série a ser produzida pelo canal a cabo Epix TV, empresa recém formada pela associação entre a Lionsgate TV, Viacom, Paramount e MGM.

Por enquanto o projeto está restrito à produção do piloto para avaliação. O título é "Tough Trade", criada por Chris Offutt, com produção de Offutt e Jenji Kohan, de "Weeds". A direção do piloto está a cargo de Gavin Hood.

A história gira em torno da família Tucker, terceira geração de músicos em Nashville, cujos membros vivem constantes altos e baixos em suas vidas e que, agora, estão à beira da falência. Shepard é o primeiro ator contratado; ele irá interpretar o patriarca. A produção do piloto terá início no dia 3 de dezembro.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.