terça-feira, 22 de setembro de 2009

Dirce Migliaccio (1933-2009)

A atriz de 76 anos faleceu esta manhã, dia 22 de fevereiro, no Hospital Municipal Álvaro Ramos, na Taquara, em Jacarepaguá, vítima de pneumonia, informa o portal G1. Segundo a Secretaria da Saúde, Dirce foi internada no dia 8 de setembro no Hospital Municipal Lourenço Jorge, para se recuperar da pneumonia mas sua saúde foi declinando, chegando a apresentar um quadro de infecção urinária. No dia 17 de setembro foi transferida para o hospital onde venho a falecer.

As irmãs Cajazeiras na novela "O Bem Amado"

Nascida no dia 30 de setembro de 1933 em São Paulo, Dirce iniciou sua carreira no teatro no final dos anos 50. Sua primeira peça foi "Eles Não Usam Black Tie", montagem de 1958. Também esteve em "Vestido de Noiva", "As Tias de Mauro Rasi" e "Os Ratos do Ano 2030", entre outras. Em 2006 foi vista nos palcos brasileiros ao lado do irmão, o também ator Flávio Bigliaccio, na peça "Astro por um Dia".

No início da década de 60 a atriz chegou aos cinemas com "O Assalto ao Trem Pagador", de Roberto Farias. Seu último trabalho no cinema foi o filme "Xuxa em Sonho de Menina", de 2007.


Com Zilka Salaberry, a Dona Benta
do "Sítio", na peça "Pluft o Fantasminha"


Dirce chegou à TV no final dos anos 60 atuando em novelas, entre elas "O Bem Amado", de 1972, na qual interpretou uma das irmãs Cajazeiras. O sucesso da novela fez com que a Globo a transformasse em série de TV nos anos 80, trazendo Dirce de volta à sua personagem, Judicéa Cajazeira. Ainda teve participações em séries como "Comédias da Vida Privada", "Sai de Baixo" e "Brava Gente".

A atriz também ficou conhecida entre as crianças da geração anos 70 por ter interpretado a primeira Emília na versão global da história de Monteiro Lobato, "O Sítio do Pica Pau Amarelo". Segundo a imprensa da época, Dirce pediu para sair do elenco por motivo de stress, foi então substituída por Reny de Oliveira, que permaneceu mais tempo no elenco.

Com a turma do "Sítio do Pica Pau Amarelo"

Dirce vinha sofrendo de problemas de saúde desde setembro de 2008 quando sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Perdendo os movimentos das pernas e dos braços, a atriz passou a utilizar uma cadeira de rodas. Vivendo sozinha, Dirce foi transferida para o Retiro dos Arstistas, no Rio de Janeiro, onde recebeu cuidados médicos.

Seu último trabalho na TV foi em 2008 em um episódio da série "Casos e Acasos".


Em cena de "Pluft o Fantasminha", peça que foi reencenada em um especial da TV Cultura:



Em um episódio da série "O Bem Amado":



Em cena de um episódio de "O Sítio do Pica Pau Amarelo":


2 comentários:

Livio Lee disse...

Obrigado Fer, pela matéria e pela lembrança.

audiebronson disse...

Eu assistia o sitio e fiquei triste com a sua morte.

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.