segunda-feira, 20 de julho de 2009

Um Pequeno Passo Para o Homem, Um Salto Gigantesco Para a Humanidade


Com essas palavras o astronauta americano Neil Armstrong expressou o sucesso da missão Apollo 11, que levou o primeiro homem à lua há exatos 40 anos. Estava realizado o sonho de tocar o céu e as estrelas. Este sonho antigo tem guiado a atividade criativa do ser humano em muitas áreas, logicamente, isso inclui a TV. No dia em que comemoramos esse salto gigantesco, relembramos algumas séries e minisséries que ajudaram o público a pisar na lua.

Entre os títulos dedicados ao tema encontram-se, por exemplo, as minisséries Space, de 1985, e Da Terra à Lua (From the Earth to the Moon), de 1998. Space teve como base o romance de mesmo nome escrito por James A. Michener, publicado em 1982. A adaptação para a TV, dos roteiristas Richard Berg e Stirling Silliphant, foi apresentada pela CBS em 5 partes, em um total de 13 horas, a um custo de 35 milhões de dólares.


Cobrindo um período de 25 anos, Space começa em 1944 e tem como foco as vidas de cinco indivíduos. O narrador (Laurence Luckinbill) dá a partida explicando que esses cinco estranhos serão unidos por uma aventura inimaginável. Eles são Norman Grant (James Garner), primeiramente um herói de guerra, depois, senador; John Pope (Harry Hamlin), jogador de futebol que se torna astronauta; Stanley Mott (Bruce Dern), engenheiro cujo sonho de reintegrar cientistas da era Hitler o transforma em diretor da NASA; Dieter Kolff (Michael York), um dos cientistas de Hitler e melhor amigo de Mott; e Marty Scorcella (David Dukes), um incorrigível vigarista que mais tarde torna-se Leopold Strabismus, um apresentador de TV sempre pronto a divulgar qualquer notícia que atraia público.

Através desses cinco homens, Space apresenta a história real do programa espacial, da corrida entre os Estados Unidos e a extinta União Soviética, relatando desde os primeiros fracassos até o pouso bem-sucedido na lua. Uma curiosidade sobre a minissérie: no romance o senador Grant é republicano, mas Garner exigiu que o personagem fosse democrata. Na época Garner declarou “Eu sou um daqueles liberais ferrenhos, que Reagan gostaria de pôr atrás das grades.”

O livro A Man on the Moon, do escritor Andrew Chaikin, serviu de base para Da Terra à Lua, título emprestado do famoso romance de Júlio Verne. A minissérie da HBO, produzida por Ron Howard, Brian Grazer, Tom Hanks e Michael Bostick, trata das expedições Apollo ao longo dos anos 60 até o começo dos anos 70. Os 12 episódios de 60 minutos relatam os fatos da conquista espacial através dos olhos dos vários personagens, abordando a origem da missão, os desastres, as construções, os testes, a parceria, a reação das famílias dos astronautas, e o final do programa Apollo. No elenco, os talentos dos atores Nick Searcy (Deke Slayton), Lane Smith (Emmett Seaborn), David Andrews (Frank Borman), Daniel Hugh Kelly (Gene Cerman), Stephen Root (Chris Kraft), David Clyde Carr (Gerry Griffin), Tim Daly (Jim Lovell), Steve Hofvendahl (Thomas Stafford) e Conor O’Farrell (James McDivitt), entre outros.

George Newbern e Ted Levine em "Da Terra à Lua"

Diversas séries utilizaram a lua como cenário para as aventuras do homem. Destacamos aqui as inglesas UFO, Moonbase 3 e Espaço 1999 (Space 1999). UFO, bem como Espaço 1999, foi criada por Gerry e Sylvia Anderson, mestres das séries com marionetes e famosos por Thunderbirds.

Ed Bishop em cena de "UFO"

Com essa série, a dupla buscava o público adulto, apresentando temas como adultério, drogas e divórcio. Em sua estreia em 1970, a série revela ao público que a Terra está sendo invadida por alienígenas vindos de um planeta prestes a morrer. Seu objetivo é reaproveitar os órgão dos seres humanos. Para deter a invasão que começa em 1980 é criada a SHADO (Supreme Headquarters Alien Defense Organization), uma organização secreta que opera sob o disfarce de um estúdio de cinema na Inglaterra. Entre os diversos sistemas de defesa, a SHADO dispõe de uma base lunar, onde encontram-se naves equipadas com mísseis nucleares. O elenco encabeçado por Ed Bishop, no papel do comandante Ed Straker, contava também com Dolores Mantez (Nina Barry), Michael Billington (Coronel Paul Foster), George Sewell (Coronel Alec Freeman), Keith Alexander (Tenente Keith Ford), Antonia Ellis (Joan Harrington) e Gabrielle Drake (Tenente Gay Ellis), entre outros.

Em 1973, uma co-produção da BBC, 20th Century Fox e ABC Network resultou em Moonbase 3, série com apenas 6 episódios, criada por Barry Letts (Dr. Who) e Terrance Dicks. A estória se passa em 2003 em uma colônia lunar formada por cinco grandes forças internacionais: América (Base Lunar 1), Rússia (Base Lunar 2), Europa (Base Lunar 3), China (Base Lunar 4) e Brasil (Base Lunar 5). A ação gira em torno da base lunar 3, a mais sofisticada, comandada por David Caulder (Donald Houston). A seu lado atuam Dr. Michael Lebrun (Ralph Bates), Drª Helen Smith (Fiona Gaunt) e Tom Hill (Barry Lowe). Essa equipe enfrenta os mais variados problemas, tais como cortes no orçamento ou burocracia, e situações mais críticas como explosões, falha em testes e questões psicológicas.

Elenco de Moonbase 3

Em Espaço 1999, a lua é usada como depósito de lixo nuclear. No dia 13 de setembro de 1999, esse lixo provoca uma explosão catastrófica que arranca o satélite da órbita da Terra e o arremessa para fora do sistema solar. A partir de então, os 311 habitantes da base lunar Alfa precisam sobreviver a essa incontrolável viagem da lua pelo universo, enquanto deparam-se com diferentes formas de vida em planetas distantes.

Elenco de "Espaço 1999"

A série começou a ser produzida em 1973, pela inglesa ITC e a italiana RAI, mas estreou apenas em 1975, indo ao ar até 1976. No elenco, Martin Landau, no papel do Comandante da base lunar, John Koenig; Barbara Bain, Drª Helena Russell; Prentis Henock, segundo em comando, Paul Morrow; Nick Tate, como Altan Carter, o terceiro em comando; Barry Morse, o conselheiro científico, Victor Berman; Zienia Merton, Sandra Benes; Chatheine Schell, Maya; Anthon Philips, Dr. Bob Mathias; Clifton Jones, David Kano; Tony Anholt, Tony Verdeschi; e Suzanne Roquette, como Tanya Alexander.

Em outros casos, a lua ganhou um tratamento mais leve, romântico e divertido. Exemplo clássico dessa abordagem é Jeannie é um Gênio. Anthony Nelson, o astronauta principal dessa comédia, nunca chegou à lua, mas sonhando com ela encontrou um gênio (Barbara Eden), que tornou sua vida uma aventura provavelmente maior do que a de Neil Armstrong. Jeannie foi criada por Sidney Sheldon em 1965 e exibiu sua mágica até 1970, período durante o qual seus truques confundiram seu amo (Larry Hagman), o Major Roger Healey (Bill Daly), Dr. Bellows (Hayden Rorke), sua esposa Amanda Bellows (Emmaline Henry), e os generais Peterson (Barton MacLane) e Schaeffer (Vinton Hayworth).

Anthony Nelson e Jeannie

Operação Resgate (Salvage 1) também começa com um sonho. Certo dia, Harry Broderick (Andy Griffith) olha para a lua e vê uma fortuna em dólares esperando para ser resgatada. O dono de um ferro-velho então se une ao ex-astronauta Skip Carmichael (Joel Higgins) e a ex-cientista da NASA Melani Slozar (Trish Stewart) para construir uma nave com a qual eles passam a recolher o precioso lixo espacial abandonado na lua durante as missões Apollo. Essa aventura criada por Mike Lloyd Ross começou com um bem-sucedido piloto de 2 horas, em 1979, mas não completou 2 temporadas. A equipe contava com o apoio de Jack Klinger (Richard Jaeckel), Mack (J. Jay Saunders) e Heather (Michelle Ryan).

"Operação Resgate"

As crianças também tinham curiosidade pela lua. Por isso, em 1959, Norman Hetherington criou a série infantil australiana Mr. Squiggle. O próprio Hetherington fez a voz do marionete que morava na lua e apresentava desenhos enviados pelos telespectadores. O último episódio da série foi ao ar em julho de 1999.

Hetherington e Mr. Squiggle

Na linha da ficção científica, a americana ZIV Television Programs lançou Men Into Space, que também fascinou o público infantil. De setembro de 1959 a setembro de 1960, o coronel Edward McCauley (William Lundigan) esteve à frente dos esforços da Força Aérea para conquistar o espaço, comandando o primeiro pouso na lua, que na estória se dá por volta de 1978. Embora modesta, a produção antecipou questões reais, como a construção de um telescópio espacial, a busca por água na lua e o pouso de naves na água.

William Lundigan como Coronel McCauley

Essa é apenas uma pequena amostra da influência do fascinante satélite e da vastidão à sua volta sobre a curiosidade humana. Para saciar essa curiosidade, basta clicar aqui e assistir ao primeiro passeio na lua e às históricas palavras de Armstrong.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.