domingo, 11 de novembro de 2007

Morre Helena Samara

A dubladora Helena Samara faleceu no último dia 8 de novembro, aos 74 anos de idade por falência múltipla dos órgãos, choque cardiogênico e miocadiopatia isquêmica.

Nascida em Belo Horizonte, mas criada em São Paulo, Lia Kalme, seu nome verdadeiro, filha de pais vindos da Letõnia, sonhava trabalhar na rádio. A oportunidade chegou quando ela trabalhava em um banco. Helena e sua irmã, Elvira Samara (o sobrenome veio de uma loja de tecidos) costumavam freqüentar os programas de auditório das rádios e elas acabaram conseguindo trabalhos em locução. Helena tinha 16 anos na época. As irmãs Samara passaram a trabalhar nas rádios Tupi, Nacional e América e, logo depois, na TV Tupi em pequenas participações.

Quando a rádio Nacional começou a passar por dificuldades financeiras, muitos de seus rádio-atores buscaram refúgio na dublagem que estava recém iniciando suas atividades no Brasil dos anos 50. Helena iniciou então uma nova fase de sua vida, dublando personagens de filmes e séries americanas e estrangeiras na Ibrasom, antiga AIC São Paulo, atual BKS. Paralelamente, para equilibrar suas contas, ela também trabalhava na área administrativa da empresa datrilografando os roteiros para serem dublados.

A grande chance veio com a personagem Wilma do desenho "Os Flintstones", para a qual fez um teste e foi escolhida pelo próprio representante da Screen Gems no Brasil. Na seqüência, vieram outros grandes personagens que dariam à Helena Samara um lugar de destaque no universo da dublagem brasileiras: Endora, da série "A Feiticeira", na qual foi a terceira dubladora e a mais reconhecida, Maureen Robinson, a mãe de "Perdidos no Espaço", a Tenente Uhura de "Jornada nas Estrelas", na dublagem original, e Cinnamon Carter, interpretada por Barbara Bain na série "Missão: Impossível", cujo sucesso garantiu à Samara vários trabalhos de locução em comerciais da época.

Casada desde os 19 anos com o estudante de odontologia Manrico de Camilo, com quem teve uma filha, Fátima de Camilo, atualmente psicóloga, Helena separou-se do marido quando ele pediu que fizesse uma escolha: a família ou o trabalho.

Entre os mais recentes sucessos de Helena Samara estão as séries "Chaves", na qual dublava dona Clotilde, a bruxa do 71, e "The Nanny", na qual fez a voz da vó Yetta ao lado de Cecília Lemes, a voz de Fran Fine e da Chiquinha em "Chaves". Alguns de seus trabalhos como o desenho "Os Flitstones", as séries "A Feiticeira", "Missão: Ipossível", "Chaves", "Perdidos no Espaço" e "Jeannie é um Gênio", estão imortalizados em DVD lançados no Brasil com a dublagem original.

Helena Samara estava internada desde o dia 12 de outubro, no Hospital Igesp, no bairro Bela Vista em São Paulo, devido a um problema nos rins e no fígado, e posteriormente por arritmia cardíaca.

Filmografia Parcial:

  • Wilma Flinstone nas primeiras dublagens de Os Flinstones
  • Dona Clotilde (chamada pelas crianças de A Bruxa do 71) em Chaves
  • Personagens interpretados por Angelines Fernández em Chapolin
  • Tia Ann (a tia da Dorothy) em O Mágico de Oz na dublagem para o VHS
  • Vovó Uranai em Dragon Ball Z (saga Cell)
  • Velha Kaede em Inuyasha
  • Vóvó em Hey Arnold!
  • Professora em Disney's Doug
  • Dorothy em Efeito Cinderela (Cinderella Boy)
  • Maureen Robinson (June Lockart) em Perdidos no Espaço
  • Tenente Uhura (Nichelle Nichols) na dublagem original de Jornada nas Estrelas
  • Endora (Agnes Moorehead) em A Feiticeira (3a.voz)
  • Amanda Bellows (Emmaline Henry) em Jeannie É Um Gênio
  • Cinnamon Carter (Barbara Bain) no seriado Missão Impossível
  • Yetta Rosenberg (Ann Morgan Guilbert) no seriado The Nanny
  • Fada Madrinha em A Estrelinha Mágica (Turma da Mônica)
  • Dona Clotilde em Chaves em Desenho
  • Mamãe em Futurama
  • Vó Yetta (Ann Morgan Guilbert) em The Nanny
  • Sra. Spacely em Os Jetsons
  • Secretária em Betty a Feia
  • Mãe do Batatinha em Manda-Chuva
  • Raquel em Paixões Ardentes
  • Angelina em Olhos d´Água
  • Shirley MacLaine em Sweet Charity
Como atriz:


TV
. Os Três Leões
. A Pequena Órfã, escrita por Líbero Miguel. Onde interpretava uma mulher malvada como a Endora, uma governanta má que batia numa garota. "O diretor me fazia bater de verdade na criança, que ficava com manchas vermelhas no corpo".

Teatro
. "Lisístrada, a Greve dos Sexos" (Teatro Ruth Escobar)

Cinema
. "O Consolador de Viúvas".

Entrevistas com Helena Samara podem ser encontradas nos sites do ohaYO! e Mofolândia.

Matéria sobre sua morte no Jornal do SBT.



Sua voz em A Feiticeira

Um comentário:

Anônimo disse...

Belissima e bem completa homenagem a um dos icones da dublagem brasileira: Helena Samara.
R.I.P. dona Helena...
Parabéns Fernanda e continue neste seu hercúleo e incansável trabalho de lembrar destes heróis anônimos: os dubladores.
Cássio

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.