quarta-feira, 9 de junho de 2010

Falecimentos


William A. Fraker (1923-2010)

O diretor e cinegrafista faleceu no dia 31 de maio em Los Angeles, aos 86 anos, vítima de câncer. Filho de um fotógrafo, William serviu na 2ª Guerra Mundial, fazendo parte do grupo de teatro de entretenimento das tropas. Fomou-se em cinema pela Universidade da Califórnia, iniciando carreira profissional como fotógrafo.

Chegou à televisão em 1961 como operador de câmera da sitcom "The Adventures of Ozzie & Harriet", com a qual trabalhou até 1962. Nessa época começou a trabalhar como cinegrafista e diretor de fotografia em filmes para o cinema, onde fez seu nome com produções como "O Bebê de Rosemary", "1941", "O Exorcista II", "À Procura de Mr. Goodbar", "O Céu Pode Esperar", "A Melhor Casa Suspeita do Texas", entre outros. Nessa área, trabalhou como cinegrafista em episódios da série "Daktari".

William retornaria à TV nas décadas de 80 e 90, como diretor de episódios de séries como "J. J. Starbuck", "B. L. Stryker", "O Homem da Máfia", "The Flash" e "Walker, Texas Ranger".



Eddie Barth (1931-2010)

O ator conhecido por suas participações especiais e pela série "Carga Dupla/Simon & Simon", faleceu no dia 28 de maio aos 78 anos de idade, vítima de parada cardíaca.

Edward Bartholetti nasceu no dia 29 de setembro de 1931 na Philadelphia. Iniciou sua carreira no rádio, passando para a televisão em 1963, com participação em um episódio de "Além da Imaginação". Ao longo dos anos, Barth foi visto em episódios de "Cimarron Strip", "The F.B.I.", "Os Invasores", "Mannix", "Shaft", "Cannon", "Barney Miller", "Baretta", "Matt Helm", "Kojak", "A Mulher Biônica", "Alice", "O Incrível Hulk", "Chumbo Grosso", "Carro Comando/T.J. Hooker", "Agentes da Felicidade/Lottery!", "O Barco do Amor", "Mike Hammer", "Magnum", "Primo Cruzado", "Três é Demais/Full House", "Night Court", "Guerra dos Sexos/Civil Wars", "Assassinato por Escrito", "Ink", entre outros. Barth também foi dublador de personagens em desenhos animados como em "Superman", "Men in Black: The Series" e "O Porquinho Atrapalhado na Cidade/Babe: Pig in the City".

A única série na qual integrou o elenco semiregular foi "Carga Dupla/Simon & Simon", produzida entre 1981 e 1989, na qual interpretou o detetive da polícia Myron Fowler.


Peter Keefe (1953-2010)

O produtor da série animada "Voltron" faleceu no dia 27 de maio em Rochester, NY, aos 57 anos, vítima de câncer na garganta.

Nascido em 1953, Peter iniciou carreira como crítico cinematográfico para um programa da TV pública PBS, em St. Louis. Pouco depois, tornou-se produtor executivo da empresa World Events Prods, dedicando-se à programas de animação. Ao longo das décadas de 80 e 90, Peter produziu vários programas infantis e de entretenimento familiar.

Uma de suas primeiras produções foi a versão americana de "Voltron", que uniu duas séries animadas japonesas. Peter também produziu "Denver, o Dinossauro", em co-produção com a França, "Saber Rider e os Stars Sheriffs", "Widget", "Twinkle", "Mr. Bogus" e "Z-Force".


Eugenia Paul (1935-2010)

A atriz que fez participações em diversas séries na década de 50 faleceu no dia 24 de maio, aos 75 anos de idade, em Palm Beach, Flórida.

Eugenia Popoff nasceu no dia 3 de março de 1935, em Dearborn, Michigan, filha de imigrantes russos. Na adolescência, mudou-se para Nova York para se tornar bailarina. Sua primeira experiência como atriz ocorreu em 1951, quando tinha 16 anos, aparecendo em uma cena do curta metragem "The Living Christ Series - Volume 9: The Fate of John the Baptist". Nessa época, a companhia de balé na qual trabalhava fez algumas apresentações em Los Angeles, para onde Eugenia mudou-se em busca de uma carreira no cinema. Pouco depois, foi contratada pela Warner Brothers como dançarina, para aparecer em filmes do estúdio. Em 1956 ela passou para a 20th Century Fox e em 1957 se tornou atriz free lancer. 

Durante o período em que viveu em Hollywood, envolveu-se com o ator Steve Cochran. A atriz e dançarina também passou a ter problemas para controlar o peso, o que a fez perder oportunidades de trabalho. Para manter o peso, Eugenia passou a fazer corridas matinais.

A atriz chegou à TV em 1954 com participações em teleteatros e em séries como "Death Valley Days", "Brave Eagle", "Sky King", "Médico", "Alfred Hitchcock Apresenta", "O Menino do Circo", "The Lone Ranger", "As Aventuras de Jim Bowe", "The Thin Man", "26 Men", "Broken Arrow", entre outras. A atriz é mais lembrada pelos fãs de séries por sua participação em quatro episódios da série "Zorro", na qual interpretou Elena Torrez, uma das jovens que se apaixona por Zorro/Don Diego de La Vega (Guy Williams).

No cinema, fez pequenas participações em filmes como "Os Dez Mandamentos", "As Aventuras de Haji Baba" e "Gunfighters of Abeline", filme com Buster Crabbe de 1960. Este foi o último trabalho de Eugênia como atriz. Pouco depois ela se casaria com Robert Strauss, herdeiro de uma cadeia de lojas de automóveis, com quem teve três filhos, Kimberly, Wendy e Baron, e com quem vivia até sua morte. Após o casamento, Eugenia e Robert mudaram-se para a Flórida, onde ela passou a dedicar-se às atividades filantrópicas de apoio às artes e à vida animal.

Eddie Garrett (1927-2010)

Ator conhecido pela série "Quincy, Corpo de Delito", faleceu no dia 13 de maio aos 82 anos de idade, vítima de um derrame.

Eddie Garrett nasceu no dia 19 de novembro de 1927 em Milwaukee, Winscosin, onde começou sua carreira artística imitando Bing Crosby. Ao longo dos anos conseguiu desenvolver a habilidade de imitar as vozes de aproximadamente 100 personalidades da época, apresentando-se em night clubs por 16 anos.

Chegou à TV nos anos 60, com participações em séries como "A Família Buscapé", "Batman", "O Fugitivo", "O Agente da UNCLE", "Têmpera de Aço/Ironside", "Centro Médico", "Um Estranho Casal", "O Homem do Fundo do Mar" e "You Again?". Entre 1976 e 1983, esteve no elenco da série "Quincy, Corpo de Delito", na qual interpretou um fotógrafo da polícia.

No cinema, Garrett foi visto em filmes como "O Bacana do Volante/Speedway", com Elvis Presley, "À Procura de Mr. Goodbar", "New York, New York" e "Dirty Harry". 

Em 2006, Garrett publicou o livro "I Saw Stars...In the 40's and 50'", no qual incluiu mais de 100 fotografias que ele tirou durante a adolescência, época em que costumava visitar, ou ficar na frente, de estúdios de cinema em Hollywood. Garrett era casado com Maggie Hartshorn desde 1962, assumindo a custódia das filhas da esposa, Carla e Susan.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.