terça-feira, 18 de maio de 2010

Primeira Foto: William Shatner em Bleep My Dad Says


Pela primeira vez William Shatner irá estrelar uma sitcom. Aos 79 anos, Shatner não pára; depois de reavivar sua carreira com "Boston Legal", dramédia que lhe deu o Emmy, o ator mergulha de cara em uma comédia semanal. Ele dará vida a um personagem que existe na vida real: Sam Halpern, médico aposentado, que ganhou fama e fãs no mundo todo depois que seu filho, Justin, um roteirista sem trabalho, começou a postar frases ditas por seu pai, em um perfil do Twitter.

Com o nome de "Shit My Dad Says", o perfil gerou um livro e agora uma série de TV. A influência direta da Internet na produção de séries de TV ultrapassa as adaptações de webseries ou matérias de sites, para construir uma produção em torno de um perfil de uma comunidade na qual é permitida apenas 140 caracteres por postagem. O perfil tem mais de 1.3 milhão de seguidores.

Com pouco mais de 115 postagens publicadas, Justin recebeu em setembro de 2009 a proposta de uma editora para publicar um livro, com base no conteúdo do Twitter. Em novembro, ele fechou um acordo com a Warner e a CBS para a produção de um piloto, o qual foi filmado em março de 2010. Em maio, o piloto foi transformado em série de TV. O episódio incluiu por volta de quatro ou cinco frases préviamente divulgadas no Twitter.

A história gira em torno da relação pai e filho: o primeiro, com liberdade de expressar o que lhe vem à cabeça, e, o segundo, preso às regras de comportamento social e o receio de perder amigos caso tenha de dizer o que pensa.

O título "Bleep My Dad Says" ainda não é oficial. Alguns jornais americanos sugeriram que batizassem a série de "Shat My Dad Says", em função do ator William Shatner.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.