sexta-feira, 14 de maio de 2010

Lei & Ordem é Oficialmente Cancelada


A série "Law & Order" foi cancelada após 20 anos de produção, ou seja, duas décadas no ar. Apenas duas séries conseguiram chegar tão longe: "Gunsmoke" e "Os Simpsons", sendo que a segunda é uma produção animada.

O destino de "Lei e Ordem" estava nas mãos da TNT, canal que comprou as temporadas anteriores para exibi-las em reprise exclusiva. O que significa que apenas a TV a cabo poderia ter a série na grade além da NBC. Em geral, quando se vende para syndication, termo utilizado para definir os canais regionais, a produção é oferecida a diversos canais de diferentes regiões, ou a grupos de canais que dominam uma região. É daí que vem o lucro dos produtores e a necessidade de se ter 100 episódios. Quando a TNT comprou, se tornou o único canal e fonte de renda da série (sem contar os anunciantes dos episódios inéditos).


A exclusividade terminou com o final da 20ª temporada, o que poderia permitir à NBC oferecer a série para canais regionais. No entanto, a renda não seria suficiente para pagar a percentagem dos produtores e ainda produzir uma nova temporada. O direito de exclusividade elevou o valor pago pelas reprises, o qual, aparentemente, bancaria a continuidade de uma série cara como "Lei & Ordem". Assim, a série não conseguiu quebrar o recorde de "Gunsmoke". 'Morreu na praia', como se diz. Está em pé de igualdade em relação ao tempo (20 temporadas), mas não em número de episódios (que perde por uns 200 episódios, mais ou menos).

O motivo pelo qual a TNT não teria dado apoio nessa empreitada seria os problemas financeiros gerados por compras de outras séries para reprise, as quais não estariam dando o retorno necessário, bem como o investimento em uma produção seriada própria. Além do que, a série "Lei & Ordem" também não estava conquistando uma grande audiência.


Para que a NBC pudesse bancar a 21ª temporada sozinha, precisaria que a série tivesse gerado em sua última temporada uma audiência média significativa; mas esta ficou abaixo dos 8 milhões de telespectadores. Dizem que foi oferecido a Dick Wolf a oportunidade de quebrar o recorde de "Gunsmoke", levando sua série para a 21ª temporada, desde que o produtor aceitasse a redução de episódios (de 22 passaria para 6, 10 ou 16), bem como cortes no orçamento. Wolf não teria aceitado.

Teria sido, então, oferecida a renovação à Wolf, se ele aceitasse reduzir sua percentagem de lucro para essa temporada. Wolf não teria aceitado. Não se sabe se essas propostas realmente ocorreram, visto que, muitas vezes, para se justificar um cancelamento costuma-se jogar a responsabilidade no produtor ou no canal.


A NBC precisa de um maior número de séries para a próxima temporada para cobrir buracos em sua programação. Mas, parece estar empolgada com o resultado de diversos pilotos exibidos recentemente, os quais poderiam ser transformados em séries, que fariam o preenchimento da grade e ainda cobririam cancelamentos como o de "Lei & Ordem" ou mesmo "Heroes" (ainda não confirmado). Assim sendo, é bem possível que o canal tenha pesado os prós e os contras, e decidido confiar em uma nova produção ao invés de se apoiar em uma antiga. Algo que também é muito comum no meio televisivo americano.

Mas, Dick Wolf não sairá 'de mãos abanando'. Em troca do cancelamento de "Lei & Ordem", ele conseguiu a aprovação de seu novo projeto da franquia: "Law & Order: Los Angeles", que poderá estrear na próxima temporada.O produtor também garantiu a renovação de "Lei & Ordem: SVU", que não estava tendo problemas de audiência.


"Lei & Ordem" é uma série que estreou em 1990 e embora tenha durado tantos anos, não promoveu a revolução do gênero como muitos jornais parecem acreditar. Perpetuou, isso sim, o formato de episódios fechados, algo que, na década de 90, foi se tornando cada vez mais raro. Com o sucesso das novelas noturnas nos anos 80, a década seguinte viu surgir um número maior de seriados com histórias contínuas, ou arcos que interferiam com maior frequencia na vida e nos destinos de seus personagens.

A série de Dick Wolf  também não inovou em sua proposta, como já li em alguns lugares. Ao introduzir a cada episódio histórias divididas entre a investigação policial seguida do processo judiciário, "Lei & Ordem" resgatou uma proposta originalmente explorada pela série "Culpado ou Inocente?/Arrest and Trial", de 1963, estrelada por Ben Gazarra e Chuck Connors. Eles interpretavam, respectivamente, o policial que investigava o caso na primeira metade dos episódios, e o advogado que defendia o réu, na segunda metade.


A série também não inovou ao filmar nas ruas de Nova Iorque, algo que já tinha sido feito na década de 50 com "Cidade Nua". Também não promoveu o surgimento de novas produções seriadas a serem filmadas na cidade, embora sua presença tenha ajudado. O motivo pelo qual os produtores correram para Nova Iorque ao final da década de 90, foi o fato da cidade ter diminuido suas taxas e impostos tornando o local mais atrativo que Los Angeles ou Toronto/Vancouver, no Canadá, para a onde a produção seriada migrou na década de 80. A forma como a série ajudou foi através do produtor Dick Wolf, uma das pessoas que mais lutaram por uma regularização do sistema de taxas que era aplicado desde os anos 70. Dessa forma, em 2005, foi aprovada uma legislação nesse sentido.

O que "Lei & Ordem" fez foi celebrar a tradição da narrativa policial, explorando casos reais. Com a troca de atores, de tempos em tempos, conseguiu injetar 'sangue novo' e mudanças de abordagens e desenvolvimentos a partir da personalidade de cada equipe. Foi também o último trabalho em elenco fixo do ator Jeffrey Orbach, apontado como um dos responsáveis pela durabilidade da série. Ator de teatro, cinema e televisão, Orbach faleceu em 2004, após 13 anos no elenco da série.

Clique nas imagens abaixo para ampliar

3 comentários:

Gaía disse...

Estou chocada e inconformada :(

triste notícia

Matheus disse...

Uma pena mesmo...
Muito boa a postagem, obrigado =)

Alfonso disse...

Queria saber o que vai acontecer com Law & order - Crimimal Intent, que é minha favorita das três séries. Só sei que a nova temporada já estreou e que Goren e Eames deixaram a série, só participando do primeiro episódio duplo da nova temporada.

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.