quinta-feira, 18 de março de 2010

Produtor de 24 Horas em Projeto de Nova Série

Howard Gordon

A Fox ainda não definiu o destino de "24 Horas". Segundo o produtor Howard Gordon, os envolvidos ainda estão em negociações. Os dois últimos episódios da oitava temporada serão finalizados nas próximas semanas. A partir daí, todos entram no compasso de espera para saber se a série ganha uma nova temporada, seja na Fox ou na NBC, ou se é cancelada, abrindo caminho para uma produção no cinema. As perspectivas não são boas. A audiência é baixa, o custo é alto, contratos precisam ser renovados, e os roteiristas, ao que me parecem, estão esgotados.

Mas, em paralelo a tudo isso, surge a notícia pelo The Hollywood Reporter, de que o produtor Howard Gordon está responsável em produzir uma versão americana da série israelense "Prisoners of War". O interesse dos EUA por Israel parece que vai durar por um bom tempo. Confira informações a respeito em nossa postagem de fevereiro de 2010.

A série israelense recém estreou em seu país de origem e parece ter caído rapidamente no gosto do público. Criada por Gideon Raff, diretor do filme "Train", para a Keshet Broadcasting, a versão americana, que tem o título provisório de "Patriots", ficará a cargo de Gordon e Alex Gansa, em parceria com Raff.

 Gideon Raff

A história, narrada no formato seriado (ou seja, com histórias contínuas), gira em torno de três soldados (o Variety informa que são dois) que voltam para casa após terem passado 17 anos em uma prisão na Síria. Agora, precisam se adaptar novamente à vida em seu país e resgatar os laços que tinham com suas famílias. Segundo o jornal Variety, parte da história é apresentada em flashbacks, nos quais o público descobre que o sequestro e o período em que ficaram aprisionados, esconde um segredo. A adaptação americana terá algumas mudanças em relação a esse enredo.

Segundo o THR, a história irá girar em torno de três soldados americanos, presumidamente mortos durante a invasão do Iraque em 2003, que são encontrados presos em uma caverna 10 anos mais tarde. Recebidos como heróis, eles precisam lidar com seus traumas e com a readaptação e os danos que suas condições representam à suas famílias. Em torno de toda essa situação, a versão americana deverá alterar ou manter o mesmo mistério que cerca o período em que passaram como prisioneiros; também será apresentado o perigo que um dos soldados deve representar; além de um novo personagem: um agente de combate ao terrorismo que não se chamará Jack Bauer.

Já pelo jornal Variety, a versão americana irá mostrar dois soldados que são capturados durante a guerra ao terror. Dez anos depois são libertados, mas um terceiro morreu e as circunstâncias que envolvem sua morte passam a ser um mistério. Para completar, um dos soldados que retorna, é suspeito de traição, podendo ter se tornado um terrorista.

Por enquanto esta versão é apenas um projeto em desenvolvimento, que está restrito ao roteiro. A partir daí, os produtores deverão aguardar a decisão da Fox em encomendar, ou não, um piloto para avaliação.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.