sexta-feira, 5 de março de 2010

Conheça The Bridge, Nova Série do CTV

(clique nas imagens para ampliar)

O ator Aaron Douglas ficou conhecido no Brasil por interpretar o Chefe Tyrol em "Battlestar Galactica". Com seu encerramento, Douglas entrou para o elenco de uma nova série do canal canadense CTV.

A produção de "The Bridge" teve início em 2009 e logo de início já conseguiu atrair o interesse da CBS americana. Assim, como co-produtora, a CBS terá o direito de exibição da série canadense, a qual deverá estrear nos EUA na próxima temporada que tem início em setembro. Mas, no Canadá, a série estreia esta noite.

A história gira em torno de Frank Leo (Douglas) um policial que vê seu mentor ser consumido pela corrupção policial. Quando ele se mata, Frank começa a se envolver com as questões políticas que cercam sua categoria, o que o leva a ser eleito presidente do Sindicato. Agora, Frank precisa se dividir entre sua função como policial defendendo a lei, e suas obrigações como líder sindical, enfrentando seus superiores e defendendo os interesses de seus colegas.  Sua posição no Sindicato o leva a criar inimizades no Departamento e a enfrentar questões políticas, que vão além de sua compreensão ou tarefas diárias.


A série tem roteiro de Alan Di Fiore, criada com base na vida de Craig Bromell, ex-policial que foi líder sindical entre 1997 e 2007, tendo registrado ao longo dos anos em que exerceu esta função, várias situações que precisou enfrentar, relacionadas à política e burocracia da polícia de Toronto, Canadá.

O título da série vem da ponte (bridge) que Frank e seu parceiro na luta contra o crime, Tommy Dum (Paul Popowitch), precisam atravessar durante a patrulha. A ponte separa as áreas em que vivem ricos e pobres. Simbolicamente, o título também representa a "ponte" que existe entre suas duas funções: a de policial e a de líder sindical.

Também no elenco estão o Sargento Bernie Kantor (Frank Cassini), que representa a moral e a voz da razão no departamento; Jill (Inga Cadranel), detetive de temperamento forte; Billy (Theresa Joy), uma jovem policial determinada a justificar suas ações e sua posição no departamento; Ed (Michael Murphy), o chefe de polícia; e Abby St. James (Ona Grauer), uma advogada que trabalha com o Sindicato. Os fãs de séries clássicas poderão conferir a presença de Stuart Margolin, que interpretou Angel em "Arquivo Confidencial", aqui, ele é o pai de Frank (confira na foto abaixo - ele é o ator que está em primeiro plano).


A série é produzida por Bromell, Adam J. Shully, Laszlo Barna, Alan Di Fiore e Robert Wertheimer para a E1 Entertainment, 990 Multi Media Entertainment Company e Jonsworth Productions em associação com a CTV e a CBS Television Studios. A primeira temporada tem 13 episódios encomendados.

Confira mais informações em nossa postagem anterior.


Entrevista com Aaron Douglas na qual ele divulga a série

2 comentários:

Gaía disse...

Battlestar Galactica não foi cancelada, a série teve uma finalização da sua história.

peço desculpas por corrigir, mas me sinto muito incomodada de ler uma matéria tão boa porém com essa frase

cancelamento de uma série para mim é não dar chance de responder e finalizar a história proposta pela série, coisa muito bem feita e tendo um dos melhores final de séries da história

séries como Battlestar Galactica / Prison Break / Lost / Seinfeld / Dawson's Creek / Barrados no Baile (são as que me vem no momento a cabeça) não podem ser consideradas "canceladas", mesmo que suas emissoras tenha optado por não mais fazerem temporadas elas cumpriram e forneceram toda a história e permitiram que seus fãs saboreassem a sua ultima temporada para dizer Adeus

me perdoe o desabafo mas é que sou muito fã de Battlestar Galactica

abraços

Fernanda Furquim disse...

Concordo com você Gaía, existe essa enorme diferença. O uso do termo cancelado não foi apropriado, e estou corrigindo.

Também defendo essa diferença entre cancelada e encerrada, e por descuido utilizei o termo errado.

No entanto, me permita corrigir também uma observação feita em seu comentário. Não é qualquer série que conseguiu finalizar a trama que deve ser considerada por encerrada. Apenas as produções cujos responsáveis (produtores e roteiristas) determinaram seu final, porque a história completou seu ciclo. Caso de Battlestar Galactica.

Séries que foram canceladas por baixa audiência (ou por outro motivo qualquer), e que tiveram a chance de encerrar sua história, não podem ser consideradas como encerradas e, sim, canceladas. Como é o caso de Ugly Betty por exemplo.

Obrigada por sua participação!

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.