sábado, 19 de setembro de 2009

Conheça Bored to Death


Amanhã à noite, dia 20 de setembro, a HBO americana estréia a série "Bored to Death", que já teve os dois primeiros episódios vazados na Internet. Criada por Jonathan Ames a série é estrelada por Jason Schwartzman, Zach Galifianakis e Ted Danson, visto em "Damages".

Jason interpreta Jonathan Ames (mesmo nome do roteirista da série) um escritor inseguro e tímido que foi largado pela namorada por causa de seu vício com a maconha e o vinho branco. Com dificuldades de escrever seu segundo livro, Jonathan anda deprimido e, como o título diz, morrendo de tédio. Ele então começa a ler um livro policial que o leva a deixar um anúncio de classificado em uma página na Internet.

Apresentando-se como um detetive particular, Jonathan oferece seus serviços a um preço de custo. Logo aparece uma cliente tentando localizar sua irmã desaparecida. A partir daí, Jonathan coloca em prática sua parca capacidade de solucionar mistérios. Sem ter aptidão para a profissão e ainda agindo como se não pertencesse ao lugar que ocupa, ele começa a aprender alguns pincípios básicos de como lidar com as pessoas que outrora só existia nos livros.

Jonathan, George e Ray

O personagem lembra Woody Allen em seus filmes (embora mais lacônico), bem como Lionel Whitney interpretado por Jeff Goldblum na série "Dupla Genial/Tenspeed and Brown Shoe", de Stephen J. Cannel que via o personagem como seu alterego. Lionel era um contador que se torna detetive particular, tentando agir conforme seu herói da literatura, Mark Savage. Embora a atitude dos personagens seja diferente, as características são semelhantes. Lionel era mais entusiástico, energético, Jonathan é mais intimista, tímido. Mas, ambos são neuróticos à sua maneira.

Tal qual Lionel e os personagens de Allen, Jonathan é solitário, tende a falar demais sobre seus problemas e sentimentos para qualquer pessoa que estiver disposta a ouvir; se interessa em ajudar as pessoas, procurando agir de maneira certa, mas metendo os pés pelas mãos em função de sua ingenuidade. Tal qual Lionel, tem apenas a literatura policial como guia, mas acredita que tem capacidade de colocar o que lê em prática. Por curiosidade, na série dos anos 80, "Dupla Genial", Lionel também foi largado pela namorada no episódio piloto.


São os amigos de Jonathan que movimentam sua vida. Ray (Zach Galifianakis), um ilustrador de histórias em quadrinhos, e seu editor George (Ted Danson). Os dois também são viciados em maconha e contam com Jonathan para fornecer a erva. Ray também é frustrado com sua vida, e costuma imaginar-se como o herói de suas HQ. Já George é um bem sucedido homem de negócios, que está entediado com sua vida e com as pessoas que o cerca. Para pagar suas contas, Jonathan realiza pequenos trabalhos para seu editor, pelo menos até ter um livro para ser publicado. Este poderá vir, no futuro, como resultado de suas experiências como detetive amador.

Esta versão moderna dos filmes noir dos anos 40 (não tanto por seu visual - embora também seja - , mas na proposta de personagens) não é uma sitcom tradicional, que tem a função de fazer rir. Também não é exatamente uma comédia, embora seja vendida como tal. É mais um drama leve com a intenção de fazer graça com algumas situações vividas pelos personagens bem como suas atitudes em relação à vida.

Jonathan é aquele sujeito que sonha ser alguém diferente do que realmente é, mas que não consegue mudar sua postura ou sua forma de pensar. Usa a literatura para trazer para sua vida um pouco do gostinho da aventura e, quando nem isso funciona mais, arregaça as mangas e entra naquele mundo de fantasia que vinha servindo até agora como seu vício particular.

A série foi criada a partir de uma experiência vivida pelo autor na vida real, Jonathan Ames, que há dois anos, sentindo-se entediado, imaginou como seria se ele próprio fosse um detetive particular. Autor de livros de mistérios, Jonathan imaginou-se detetive. Tendo navegado na Internet nas seções de classificados, percebeu a gama de personagens que existia ali. Queria ajudar estas pessoas, mas ao contrário de seu personagem, não teve coragem de se apresentar como detetive, com receio de prejudicá-las. Ao invés disso, criou a história que dois anos depois foi transformada em série pela HBO.


Os primeiros seis episódos da série receberam os seguintes títulos:

01. The Stockholm Syndrome
02. The Alanon Case
03. The Case of the Missing Screenplay
04. The Case of the Stolen Skateboard
05. The Case of the Lonely White Dove
06. The Case of the Beautiful Blackmailer

Assista abaixo os bastidores de produção da série:


Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.