terça-feira, 14 de julho de 2009

Mais Detalhes Sobre o Processo que Envolve Lost

Como já mencionado aqui e em diversos sites nacionais e internacionais, o produtor de clássicos como "Os Invasores" e "O Agente da UNCLE", Anthony Spinner, hoje com 79 anos, está processando a ABC e a Touchstone Television por plágio.

Ele alega ter criado a trama que hoje é conhecida como a série "Lost", há pelo menos 32 anos atrás. Tendo o mesmo título, o projeto de Spinner girava em torno de sobreviventes de um acidente aéreo que se vêem isolados em uma floresta tropical, tentando se manterem vivos enquanto enfrentam estranhas criaturas.

Além da trama e da estrutura de desenvolvimento do enredo, o produtor alega que personagens de "Lost" teriam sido baseados em personagens de sua própria "Lost". O site TMZ divulgou algumas das semelhanças apontadas por Spinner no processo em que deu entrada no dia 10 de julho.

Trama:

- Acidente com um avião que se dirigia a Los Angeles deixando os sobreviventes presos em uma ilha tropical;

- A história dos sobreviventes é narrada em flashbacks em paralelo a sua situação presente na ilha;

Personagens:

- Um médico, humanitário, que se torna o líder do grupo (que poderia ser Jack);

- Um estrategista militar (que poderia ser Sayid);

- Um expert em trilhas e armadilhas que desafia o grupo a aceitar o fato de que eles estão presos na ilha (que poderia ser Locke);

- Um sujeito grosseiro e golpista que desafia o líder do grupo e tem uma relação sombria com seu pai no passado (poderia ser Sawyer);

- Um viciado em drogas (poderia ser Charlie);

- Uma jovem com capacidade física para realizar as mesmas tarefas que os homens (poderia ser Kate);

- Um representante de uma etnia diferente da maioria do grupo (poderia ser Sayid) que lidaria com ataques raciais provenientes de outro membro (poderia ser Sawyer);

- Uma cientista solitária que sobreviveu a uma expedição anterior à ilha (poderia ser Rousseau) é encontrada portando munição, um abrigo seguro e mantém uma relação com outros que já viveriam na ilha antes de todos eles chegarem (poderiam ser Os Outros);

- Uma mulher, também líder do grupo, com um passado criminal (poderia ser Kate);

- Um triângulo amoroso (poderia ser o de Jack, Kate e Sawyer);

- A descoberta de um tigre dentes de sabre, animal proveniente de um clima frio, vivendo na ilha tropical (que poderia ser o urso polar);

- Um abrigo que é destruído pelo grupo de sobreviventes (poderia ser a escotilha)

Anthony Spinner diz ter sido contrato em 1977 pelos produtores da série "O Elo Perdido" para criar um novo programa para a rede ABC, pelo qual recebeu 30 mil dólares. O piloto foi escrito e batizado com o título de "Lost". Entregue à ABC, esta o recusou. O produtor tentou novamente em 1991 e 1994, sem sucesso.

Em 2005, ele entrou com um processo de plágio contra o canal, mas este foi arquivado por apresentar problemas técnicos em sua elaboração. Agora, no dia 10 de julho, ele entrou novamente com o processo incluindo novos detalhes. O produtor pede reparação financeira e direito aos royalties da série, entre outras questões.

A rede ABC tem negado fazer qualquer comentário sobre o assunto.

Referências - Quem é Anthony Spinner?

A mídia americana tem divulgado que Spinner é produtor de "Baretta", série policial dos anos 70; mas acredito que, propositalmente, deixou de lado a produção mais importante da carreira de Spinner, "Os Invasores/The Invaders", clássico dos anos 60 que se tornou a primeira série americana a trabalhar a teoria da conspiração. Foi Spinner inclusive que explorou na série várias destas teorias.

O personagem David Vincent ganharia nova vida na figura de Fox Mulder em "Arquivo X", série que contou com a participação de Roy Thinnes, intérprete de Vincent.

Produzida em 1967, "Os Invasores" foi a resposta americana ao clássico inglês "O Prisioneiro", que introduziu na TV inglesa a teoria da conspiração nas séries de TV. "O Prisioneiro" é uma das produções que inspirou "Lost".

Ninguém sabe qual é o processo de criação de uma série. Mesmo que os roteiristas façam questão de enumerá-los, nenhum, em sã consciência, irá apontar publicamente referências que acarretem cobranças de direitos autorais. De qualquer forma, Spinner parece ter base para um processo, o qual deverá ser resolvido fora dos tribunais, como costuma ocorrer em Hollywood.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.