O Incrível Hulk, 1ª Temporada, Já Está nas Lojas (Post Corrigido)


A Universal lançou este mês em DVD a primeira temporada da série produzida entre 1978 e 1982. A segunda temporada está prevista para chegar em setembro. A distribuidora também promete lançar todas as cinco temporadas de "O Incrível Hulk" ainda este ano.

Adaptada para a televisão por Kenneth Johnson, estrelada por Bill Bixby e Lou Ferrigno, "O Incrível Hulk" não reproduziu a história dos quadrinhos. Trata-se de uma mistura entre "O Fugitivo" e "Os Miseráveis", na qual temos o Dr. David Banner, médico e cientista, que procura uma forma de alcançar a super força que está presente em todos os seres humanos. Uma overdose acidental de raios gama altera a química de seu corpo. Agora, sempre que David Banner fica bravo ou sente-se ultrajado, ele sofre uma metamorfose, tornando-se um ser furioso, de pele verde, que passou a ser chamado de Hulk.

Banner é dado como morto e a criatura é injustamente procurada por um crime que não cometeu. Em busca de uma cura, ele precisa manter o segredo de sua transformação até encontrar uma maneira de controlar a criatura que está dentro dele. Assim, David passa a viajar pelos EUA na esperança de encontrar alguém, um cientista ou pesquisador, que possa ajudá-lo a controlar, ou parar com as transformações. A cada lugar que ele vai, consegue um emprego temporário e acaba envolvendo-se com os problemas das pessoas que estão a sua volta. Até este ponto da história, temos o enredo adaptado de "O Fugitivo". A referência de "Os Miseráveis" ocorre com a presença do repórter investigativo, Jack McGee (Jack Colvin), obcecado pela idéia de capturar a criatura, tal qual o policial Javer em sua perseguição a Jean Valjean.

A versão para a TV de "O Incrível Hulk" também difere das demais adaptações de super-heróis dos quadrinhos em função da temática abordada pela produção. Esta foi, na verdade, a primeira série de super-herói a buscar histórias que envolvessem questões sociais, culturais e psicológicas no desenvolvimento de sua trama. Abuso infantil, diferenças de classes sociais, alcoolismo, máfia, corrupção, tráfico de bebês, entre outros, são temas presentes.

A série originou-se de um filme piloto exibido em 1977 no qual é contada a origem do Hulk. O resultado da audiência incentivou a produção de um segundo filme piloto, "Morte em Família", no qual temos David trabalhando em um rancho de uma mulher paraplégica. Ele começa a suspeitar que a jovem está sendo envenenada por sua madrasta, que estaria interessada em sua herança. A audiência deste segundo filme definiu a produção da série, que estreou com o episódio "O Último Round", exibido em 1978.

O sucesso se estendeu durante suas cinco temporadas, nas quais, vez por outra, David encontrava com seu perseguidor, o jornalista McGee. Mas, em 1980, uma greve de atores paralisou a produção por quatro meses. Ao retornar, a série teve apenas mais dois anos de duração, visto que o contrato do ator, e eventualmente diretor, Bill Bixby estava para expirar e teria que ser renovado seguindo os novos termos conquistados pela greve e negociações. Estes eram os direitos conexos para a distribuição da série em home video e na TV a cabo, que estavam crescendo na época. Paralelamente, o ator estava sofrendo uma crise pessoal. Seu único filho morrera por negligência médica e pouco depois sua esposa cometeu suicídio.

Bill Bixby e Lou Ferrigno voltariam mais tarde para a produção de mais três telefilmes, "A Volta do Incrível Hulk", que também contou com a presença de Jack Colvin, "O Julgamento do Incrível Hulk" e "A morte do Incrível Hulk", produzido em 1990 e que colocou um final nessa história iniciada em 1977.

Quando a série foi cancelada, alguns roteiros já tinham sido escritos. São eles, "The Trial of Jack McGee", em que David é a única testemunha que pode salvar McGee, "Los Indios', no qual Banner viaja para a Floresta Amazônica em busca de uma cura, "David Banner R.I.P.", em que David é enterrado vivo, "The Steel Mill" e "Double Exposure". Nenhum deles foi filmado.

O box que chega agora nas lojas traz os episódios da primeira temporada mais o primeiro telefilme piloto que deu origem à série. Não foi incluído no box o segundo filme piloto, "Morte em Família", como já divulgado aqui. A distribuidora não informa se este telefilme será incluído nos próximos boxes. Sua ausência neste primeiro box também não foi explicada, visto que o telefilme consta nos lançamentos feitos nos EUA e na Europa.

Para os fãs mais nostálgicos, todos os episódios da série vem com a opção da dublagem original, aquela exibida pela Rede Globo quando estreou no Brasil. Apenas o filme piloto traz a redublagem utilizada pela Universal quando a distribuidora lançou em 2003 o piloto da série juntamente com o primeiro episódio do segundo ano, "Casados". Apesar de na embalagem apontar o episódio "Hulk Ataca em Las Vegas" como apenas em inglês, ele está sim com sua respectiva dublagem.

Com 450 minutos de duração, gravado em região 4, opção de áudio e legendas em inglês e português, tela cheia e sem nenhum Extra, o box está sendo oferecido ao valor de U$99.90. Nos episódios desta primeira temporada, temos a presença de Susan Sullivan, Dabbs Greer, Loni Anderson, Deanna Lund, Robert Alda, Don Marshall, Paul Picerni, Jennifer Darling, Julie Adams, Carl Franklin e Jack Kelly como atores convidados, além da presença de Brandon Cruz que interpretou o filho de Bill Bixby na série dos anos 60 "Courtship of Eddie´s Father".

Comentários

rcvsiqueira disse…
Uma bela porcaria esta que a Universal preparou...O engraçado é que na Espanha o referido episódio "Morte em Família", foi incluído, mesmo não tendo a dublagem em espanhol, já que era inédito por lá. E aqui, o mesmo foi exibido no USA, com dublagem...Então, o que aconteceu ??? Mesmo que se sumisse, então colocasse só com as legendas, estaria valendo....Só que não...Além disso, lançaram em uma porcaria de embalagem, que coloca em risco os discos, e já tive um relato que uma cena no episódio "Culpas, Modelos e Crimes" foi cortada...Ainda não confimrmado...De qualquer forma, tá difícil por aqui, vou comprando meus boxes da Espanha mesmo, que têm legendas em português lusitano, mas bem entendível, além dos extras da edição americana, limados na edição desse país, onde no final de tudo, a culpa é do Lula, e fica tudo por isso mesmo...Fernanda, desculpe o meu desabafo, mas achei que não deveria ficar calado. Abraços !

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

Sharona Reencontra Monk

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial