Série Francesa Les Revenants Lida com a Volta dos Mortos


Por Fernanda Furquim



Para quem gosta de séries europeias e procura por algo diferente, fica aqui a sugestão. O canal Max estreia esta noite, às 22h, a série francesa Les Revenants. Esta é uma versão televisiva de Fabrice Gobert do filme de Robin Campillo, lançado nos cinemas em 2004.

Na história, pessoas que morreram há alguns anos voltam à vida em uma pequena e isolada cidade do interior da França. A última lembrança que eles têm é do momento anterior às suas respectivas mortes. Alguns faleceram há pouco tempo, outros há décadas. Agora eles buscam se reintegrar à sociedade que não compreende a razão pela qual esse fenômeno ocorre, aparentemente, apenas nessa cidade.

Entre aqueles que retornam está Camille (Yara Pilartz), morta há três anos em um acidente de carro. Com sua morte, sua irmã gêmea Léna (Jenna Thiam) enfrentou sozinha as discussões que surgiram entre seus pais, Jérôme (Frédéric Pierrot) e Claire (Anne Consigny), que acabaram se separando. Tentando superar a perda da filha, Claire encontrou apoio em Pierre (Jean-François Sivadier), homem extremamente religioso, responsável por uma instituição que oferece ajuda às famílias que perderam seus entes queridos. Acreditando piamente que existe vida após a morte, Pierre verá o retorno daqueles que faleceram como uma confirmação de sua crença.

Para Simon (Pierre Perrier), as circunstâncias de sua morte são misteriosas. Na época ele era noivo de Adèle (Clotilde Hesme,de Mistérios de Lisboa). Em seu retorno, ele descobre que a noiva seguiu com sua vida. Após passar por um período de depressão, Adèle recuperou o gosto pela vida graças à ajuda de Thomas (Samir Guesmi), um policial autoritário que sente necessidade de sempre manter o controle da situação.

Julie (Céline Sallette) é uma enfermeira que, ao voltar para casa do trabalho, encontra perdido na estrada um garotinho chamado Victor (Swann Nambotin). Aparentemente inocente e frágil, Victor é acolhido por Julie. Esta, por sua vez, também se sente perdida desde que foi agredida por Serge (Guillaume Gouix), um assassino perseguido pela polícia. Laure (Alix Poisson), uma policial com quem Julie mantinha um relacionamento, não foi capaz de protegê-la, o que levou ao afastamento das duas.

Serge, conhecido apenas pelo apelido de canibal, desapareceu sem deixar vestígios. Agora ele retorna, tentando controlar seus instintos assassinos. O único que parece conhecer seu segredo é seu irmão Toni (Grégory Gadebois), o proprietário de um pub que, após o desaparecimento de Serge, tentou manter uma vida normal. O retorno do irmão irá reavivar um passado que Toni preferia manter enterrado.

No pub trabalha Lucy (Ana Girardot), uma garçonete que há cerca de um ano surgiu do nada e logo conquistou os fregueses, especialmente os homens, com sua carinha de anjo.

A primeira temporada de Les Revenants tem oito episódios produzidos.


A série mantém um clima sombrio e introspectivo, com uma narrativa bem lenta. Os personagens não cansam os telespectadores fazendo discursos sobre seus sentimentos, o que permite que o público entre no clima proposto. O silêncio impera em boa parte das cenas, o que possibilita uma interpretação das situações. Ao reencontrar os parentes e amigos que morreram, cada pessoa tem uma reação diferente, mas todas tomam a mesma atitude, manter o retorno em segredo até que possam entender o que está acontecendo. Ao longo dos episódios, vamos conhecendo detalhes sobre a vida de cada um que retornou, bem como daqueles que os receberam.

Nesta primeira temporada, Les Revenants está mais próxima de um drama, com desenvolvimento psicológico de personagens, que de uma série de aventura, ficção e fantasia, apesar do tema proposto. Cada episódio acompanha um dos núcleos de personagens da série, oferecendo mais uma peça do quebra-cabeça.

A primeira temporada encerra com uma situação em aberto. Mas não se preocupem, porque a série já foi renovada para sua segunda temporada. Portanto teremos uma continuação. As filmagens dos novos episódios estão previstas para iniciar em fevereiro. Ainda não há uma previsão de quando a segunda temporada irá estrear, mas é possível que seja no final de 2014.

Produzida para o Canal Plus (uma espécie de HBO da França), a série já despertou o interesse da Inglaterra e dos EUA, que desenvolvem projetos para dar a Les Revenants dois remakes.

Com o título provisório de They Came Back, o projeto de remake britânico está a cargo do competentíssimo Paul Abbott (Shameles e Hit & Miss). Já o projeto de remake americano está a cargo do canal A&E, que até agora não conseguiu oferecer uma única série que pudesse figurar entre as melhores produções do ano. O canal quer Carlton Cuse (Lost, Bates Motel) no comando do projeto. Não sou fã deste produtor. Acho que ele visa mais o entretenimento comercial, deixando de lado o desenvolvimento mais profundo de história e personagens. Mas, considerando que temos a produção original para acompanhar e ainda existe a possibilidade de uma versão britânica, não importa o que ele possa fazer com a série.

Vale a pena lembrar que a ABC estreia na midseason Resurrection, que traz a mesma proposta, embora seja uma adaptação da obra de Jason Mott publicada este ano. Nesta série, a história apresenta um fenômeno que ocorre na cidade de Arcadia. Pessoas já falecidas retornam para suas famílias com a mesma aparência que tinham quando morreram. Entre eles, um menino de oito anos em torno do qual gira a história.

Les Revenants é uma produção da Haut & Court com distribuição internacional da Zodiak Rights, para a TV. Em DVD, a distribuição doméstica é do Studio Canal, empresa que pertence ao Canal Plus Group, o qual, por sua vez, é de propriedade da Vivendi, sócia da Universal.

___________
Texto originalmente publicado em 2013 no blog Nova Temporada da VEJA.com, onde fui colunista entre 2010 e 2016.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial