Dark Shadows Vai para o Cinema


Johnny Depp e Tim Burton, juntos novamente, preparam a versão cinematográfica de "Dark Shadows", com lançamento previsto para 2009. A história do vampiro Barnabas foi comprada pela produtora de Depp, a Infinitum-Nihil Production. De fato, ninguém melhor para levar a história para o cinema que Tim Burton, o mestre do gótico.

"Dark Shadows", que no Brasil é conhecido pelo título "Na Escuridão da Noite" ou "Nas Sombras da Noite" é uma novela e não uma série, produzida nos anos 60. Nesta década, a TV americana começou a testar a audiência exibindo novelas no horário noturno. Algo inédito até então, visto que lá as novelas são exibidas à tarde. A primeira foi "Caldeira do Diabo/Peyton Place", que lançou os atores Mia Farrow e Ryan O´Neal, antes deles fazerem sucesso no cinema com "O Bebê de Rosemary" e "Love Story", respectivamente. Apesar das incursões bem sucedidas, não foram produzidas muitas novelas noturnas na época. Apenas "Survivors", que não durou muito tempo e "Dark Shadows". Esta sim fez um enorme sucesso, gerando mais de 500 capítulos e uma legião de fãs que a cultuam até hoje, entre eles, Johnny Depp que admitiu em entrevistas que quando era criança sonhava em ser Barnabás Collins.

A novela trouxe uma abordagem gótica, contando a história de um homem, Barnabás (Jonathan Frid), que no ano de 1795 apaixona-se por uma jovem, Josette. Mas antes de conseguir conquistá-la, ele tem um caso com a acompanhante da jovem, Angelique. Esta, extremamente ciumenta e vingativa, não aceita ser trocada. Temendo pela vida de Josette, Barnabás engana Angelique deixando que ela pense que ele ficará com ela. Após várias reviravoltas, Barnabás finalmente livra-se de Angelique matando-a. Mas, esta, antes de morrer, joga-lhe um feitiço: ele jamais conseguirá viver com seu verdadeiro amor. É neste momento que ele é mordido por um morcego. Barnabás adoece e morre, resucitando como um vampiro. Ao descobrir sobre o filho, seu pai ordena que ele seja trancafiado em um caixão. Ele passa mais de um século preso até ser libertado no ano de 1967, quando reencontra a reencarnação de Josette. Mas, a maldição segue seu curso.

"Dark Shadows" foi gravada em videotape, tendo os primeiros episódios em preto e branco. Inicialmente, deveria abordar apenas o mistério de uma mansão e a busca de uma jovem por suas origens. Mas, a baixa audiência ameaçou a continuidade da novela que correu o risco de ser cancelada. Foi então que decidiram introduzir um novo personagem. Barnabás Collins, um vampiro de 170 anos de idade. Desta forma, "Dark Shadows" tornou-se precursora na abordagem de histórias sobre vampiros e lobisomens muito antes das séries começarem a explorar esses tipos de personagens como tema central, sendo uma das primeiras, a série "Kolchack: Demônios da Noite". Além deles, a novela também trabalhou com personagens de bruxas, fantasmas e monstros.

A utilização de viagens no tempo e universos paralelos também fizeram parte marcante da narrativa da novela, que permitiu que os atores principais pudessem interpretar personagens diversos ao longo da história. O sucesso da novela gerou dois filmes para o cinema: "Maldição das Sombras/House of Dark Shadows" (1970) e "Na Escuridão da Noite" ou "Nas Sombras da Noite/Night of Dark Shadows" (1971) produzidos pela MGM, já exibidos no Brasil, embora a novela nunca tenha chegado aqui. "Dark Shadows" também foi responsável em lançar a atriz Kate Jackson, que mais tarde faria sucesso em "As Panteras/Charlie´s Angels". Um remake foi produzido em 1991, em formato de série de TV, estrelado por Roy Thinnes, mas foi logo cancelado.

Apesar do enorme sucesso, "Dark Shadows" não promoveu o surgimento de novas novelas em horário nobre americano. Uma nova tentativa seria feita em 1979, com a estréia de "Dallas".

Comentários

Eduardo Peixoto disse…
Vi alguns episódios de Dark Shadows (a versão orginal dos anos 60) e logo viciei. Claro que não vi todos os episódios, mas as vezes vejo algum. É muito bom que quem está ressucitando a série sejam talentos como Depp e Burton, sendo eu um fã de Burton. Aê!
Maria Gelhorn disse…
Olha, embora eu seja fã do Depp e do Burton e ache-o a pessoa ideal para dirigir uma versão cinematográfica da série, acho que o Depp não tem nada a ver com o intérprete original e Burton deveria ao menos tentar encontrar um ator que tivesse algo a ver com o Barnabas original.
moises disse…
nocomeço dos anos 70 passava na band um seriado semelhante de vampiro tipo novela eu era muito pequeno se chamava barnaby.... ou algo parecido nãosei se era brasileiro ou enlatado...alguem pode me ajudar...não era nem CINE MISTERIO E NEM KOJAK EOS DEMONIOS DA NOITE..ERA BEM TOSCO

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

Sharona Reencontra Monk

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial