Contrato de Atores Termina na Segunda


As negociações entre produtores e sindicatos dos atores de Hollywood têm até segunda-feira para chegar a uma decisão. No dia 30 de junho termina o contrato vigente e o impasse das negociações poderão levar a uma nova greve de atores. A última foi em 1980 e durou, aproximadamente, quatro meses, resultando em demissões e cancelamentos de séries em produção na época, como foi o caso de "O Incrível Hulk".

Existe a possibilidade de se fazer um acordo para estender a duração desse contrato para um mês, ou uma semana, ou mesmo dia-a-dia, com o objetivo de se evitar uma greve. No entanto, os sindicatos dos atores não parecem inclinados a isto. O final do contrato atual e o impasse em uma resolução para que o contrato seja renovado não significa que uma nova greve será deflagrada de imediato, mas que os sindicatos poderão votar junto a seus membros a possibilidade ou não de greve.

O maior problema no entanto é a briga que existe entre o SAG, Sindicato dos Atores de Cinema, e o AFTRA, Sindicato dos Atores de Rádio e TV, que até este ano negociavam em conjunto com os produtores e agora estão cada um por si. Enquanto que o primeiro não consegue chegar a nenhum acordo com os produtores, o segundo já tem um acordo preliminar em andamento. O problema é que o AFTRA tem menos membros que o SAG, além do fato de que muitos atores aliados ao SAG, hoje trabalham na TV.

Assim, mesmo que o AFTRA chegue a um acordo com os produtores, não significa que todos os atores que trabalham na TV possam continuar atuando, pois pertencem ao SAG. Sendo que o acordo preliminar do AFTRA cobre apenas os trabalhos relacionados às séries e filmes exibidos no horário nobre americano. De qualquer forma, o SAG tem feito campanha para que os atores sindicalizados com o AFTRA recusem este acordo preliminar.

Por garantia, as emissoras estão desde o início do ano correndo com a produção de episódios de suas séries para que possam ter em estoque um material inédito para ser exibido na estréia da nova temporada, em setembro, e na mid-season de janeiro de 2009. Quanto aos estúdios, os filmes em produção tiveram seus cronogramas organizados para que as filmagens encerrassem até o dia 30 de junho.

Comentários

Anônimo disse…
Pelo o que tenho acompanhado, dificilmente há declaração de greve até a votação do pré-acordo do AFTRA, na primeira semana de julho. Especialistas dizem que, se a votação for positiva, o SAG cede e volta a negociar, sem greve. SE a votção for negativa, devemos nos preparar para o pior.
Fernanda Furquim disse…
Oi Ale, obrigada por seu comentário. Pois é, na próxima semana, no mais tardar na outra, teremos uma definição desse impasse. Não acredito que a campanha do SAG contra o acordo preliminar do AFTRA dê resultado, pois acho que os atores, de um modo geral, não desejam greve.
Unknown disse…
NÃO!!!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

Sharona Reencontra Monk

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial