Richard Baer (1928-2008)

O roteirista Richard Baer morreu no dia 22 de fevereiro aos 79 anos de idade, vítima de complicações relacionadas a uma parada cardíaca sofrida há um mês atrás.

Baer iniciou sua carreira na televisão ainda nos anos de 1950 com roteiros para a sitcom "Life of Riley", em 1953. Depois, vieram séries como "Beaver", "Os Monstros", "O Sótão", "O Paladino da Justiça", "Hennessey", para a qual escreveu 34 episódios, "Feiticeira", para a qual escreveu 22 episódios, "Que Garota!", "Mash", "Barney Miller" e "Who´s the Boss?", entre outras.

Além da televisão, Baer também trabalhou no teatro, para o qual escreveu a peça "Mixed Emotions", com a qual recebeu o Drama-Logue Award. A peça foi encenada nos EUA, Austrália, Canadá, Alemanha, Áustria, Bélgica, Rússia e México.

No cinema, sua única participação foi como ator e não roteirista. Ele interpretou o personagem Hellman no filme "Cidadão Kane", de 1941. Baer também aparece como entrevistado no programa "Biography: The Munsters: America´s First Family of Fright", 2003, e no "The E! True Hollwyood Story: Bewitched/A Feiticeira", em 1999.

Em 2005, publicou o livro de memórias "I Don't Drop Names like Marilyn Monroe Just to Sell Books", no qual fala de sua relação com seu tio, David Sarnoff, diretor da RCA e da rede NBC nos anos de 1950. Ele também fala de sua amizade com Norma Jean, que mais tarde se tornaria Marily Monroe, além de Frank Sinatra, Barbara Stanwick e Groucho Marx, entre outros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

Sharona Reencontra Monk

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial