NBC Chega à Índia


Os americanos decidiram explorar a Índia, onde se faz mais filmes que na própria Hollywood. A produção cinematográfica da Índia é tanta que é chamada de Bollywood (Bombaim + Hollywood). Os filmes são, muitas vezes, produzidos direto para o DVD e vendido nas ruas. Um país com mais de um bilhão de habitantes, com 23 línguas oficiais - sendo o híndi e o inglês predominantes - tem um potencial comercial na área do entretenimento muito grande. Isso, é claro, chama a atenção dos americanos que não devem estar gostando de ficar para trás.

A televisão também está de olho nesse mercado e a rede NBC é uma das primeiras a esticar seu braço. Ela associou-se à NDTV Networks, pertencente à New Delhi Television, a terceira maior empresa de TV a cabo do mundo. Segundo pesquisas, a NDTV tem um potencial de crescimento que chega a 16% ao ano. Por isso, a NBC acertou um valor próximo de 150 milhões de dólares para uma participação inicial de 26% das ações da empresa. De acordo com o contrato assinado esse mês e divulgado pelo Variety, a NBC poderá aumentar para 50% sua participação após um período de dois anos.

A NDTV Network é um canal de notícias 24 horas, ela ainda abrange os canais NDTV Good Times, NDTV Imagine, de idioma hindi, e NDTV Emerging Markets, dedicado ao mercado financeiro. Também faz parte do acordo as empresas NDTV Convergence, de mídia digital, NDTV Labs e NGEN, uma joint venture da Genpact - Global Business Impact. O acordo entre as duas empresas internacionais também extende-se à Internet e telefonia móvel. Em 1998, a NDTV tinha feito acordo com Rupert Murdoch, da Fox, para o lançamento de um outro canal de notícias, o Star News. Mas após cinco anos, a parceria terminou em função de brigas relacionadas à independência editorial, ou seja, a Fox estava querendo controlar as notícias.

Essa associação com a NBC, transforma a NDTV em uma das empresas dominantes do mercado de entretenimento da Índia. Já para os americanos, o mercado internacional é um campo aberto a ser explorado. Tendo em vista que a globalização está permitindo a expansão dos meios de comunicação a nível internacional, a concorrência com o produto americano fica maior e o controle de mercado dificultado. Por isso mesmo, as empresas americanas estão se garantindo, através de acordos e co-produções com veículos estrangeiros, para que possam obter lucro e controle na expansão internacional de filmes e séries.

Além da rede NBC, também já aportaram na Índia a Viacom, associada à Paramount, que uniu-se em 2007 com a TV 18, formando a Viacom 18, além da Disney, que comprou 15% das ações da UTV Software Communications. Essas empresas estão fazendo companhia à Sony e à News Corp., que já estão na Índia há alguns anos.

Mas não é apenas na Índia que a Rede NBC está negociando. A empresa está ampliando suas operações também para a Europa e para o Japão. A NBC, de propriedade da General Electric Co, e associada à Universal, já gastou cerca de 1.5 bilhões de dólares desde agosto passado em compras de ações e no acerto de acordos. Muito embora a empresa já esteja na Europa, na Ásia e nos países Árabes, desde 1997 com o CNBC Europe, o CNBC Asia e o CNBC Arábia, canais de notícias, ela agora pretende associar-se a emissoras e produtoras locais na produção de outros tipos de programas.

No momento, estão negociando com uma empresa de TV a cabo da Alemanha e da Rússia. Aliás, quem já está na Alemanha é a Fox, que adquiriu 15% da TV Premiere por 416 milhões de dólares. A TV Premiere possui 15 canais a cabo de transmissão de filmes e programas esportivos, e é a primeira empresa alemã a oferecer TV digital via satélite e cabo. Na Inglaterra, as negociações da NBC estão sendo feitas junto às produtoras, já que o sistema de televisão inglês é fortemente controlado e protegido pelo governo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

Sharona Reencontra Monk

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial