DVD Sob Encomenda, uma Alternativa para Fãs de Séries e Filmes


A Sony é o primeiro estúdio a investir na distribuições de seus filmes e séries através do sistema DVD on Demand, ou seja, DVD Sob Encomenda. Funciona da seguinte maneira, a pessoa escolhe um título, que será prensado e vendido a ela, eliminando-se assim, a necessidade da empresa manter um estoque de milhares de unidade do produto. A produção de um disco, à medida que o título é encomendado por sites afiliados, talvez seja a solução para os fãs de séries e filmes clássicos, os quais são evitados pelas grandes distribuidoras. Isso, é claro, se souberem explorar o potencial do serviço.

A Sony associou-se à HP para a produção dos DVDs por Encomenda, de títulos antigos e clássicos. Embora a empresa não tenha divulgado quais títulos serão disponibilizados de seu vasto catálogo, com certeza, irão incluir aqueles que não valem a pena serem lançados em larga escala, entre eles: programas clássicos, filmes estrangeiros e independentes, programas religiosos, de culinária e eventos esportivos.

Os serviços da HP para o VOD (Video on Demand) foram disponibilizados a cerca de um ano e já conta com a participação de 40 provedores e digitalizadores, além de 5 mil títulos em acervo eletrônico.

O VOD surgiu em Hong Kong no início dos anos 90 pela Hong Kong Telecom. Por ser muito caro e pouco explorado, e ainda com baixa tecnologia, o serviço não deu lucro e a empresa o vendeu à Pacific Century Cyberworks no final dos anos 90, que também abandonou a idéia depois de um tempo. A Oceanic Cable, do Havaí passou a oferecê-lo como alternativa de programação. Ou seja, o telespectador escolhe o título que desejar assistir dentro das opções do canal. Atualmente, é um serviço comum em hotéis cinco estrelas.

Em 1998, a Kingston Communications, no Reino Unido, passou a comercializar os serviços do VOD, oferecendo-o não apenas pela TV a cabo, mas, também, via Internet. Em 2001, a Kingston Interactive TV já contava com 15 mil assinantes. Em 1999, foi a vez do HomeChoice explorar o VOD, chegando a 40 mil clientes (a empresa foi comprada pela Tiscali em 2006). Outras seguiram o mesmo caminho, as TVs a cabo Telewest, NTL (que virou Virgin Media), a Sky by broadband (da BSkyB), o iPlayer (da BBC), o 4 On Demand (do Channel 4), todos do Reino Unido. E ainda Anytime (Taiwan) e TransACT (Austrália).

A ReelTime (EUA e Austrália) já foi além. Ao invés de apenas possibilitar ao telespectador escolher que programa quer assistir (dentro do catálogo de títulos das empresas), ela passou, também, a oferecer títulos para aluguel (Download to Rent) e para venda (Download to Own), através do qual o cliente baixa o filme direto para o DVD, PC ou outro dispositivo portátil, e assiste. Quando alugado, o download é "apagado" após alguns dias. Quando vendido, ele permanece. Esse sistema está, atualmente, sendo testado pela HBO americana.

Já a Time Warner Cable, está lançando uma página na Internet para atender o público que busca por título através do VOD. Não se trata da compra, mas de assistir o programa/filme. Entre as ofertas para esse serviço estão títulos de alta definição, listados por categorias e acompanhados por um poster.

No Brasil, a Saraiva está com esse sistema disponível até o dia 15 de fevereiro. Mas oferece um único filme, "Poder Além da Vida", gratuitamente e disponível no PC por 15 dias.

A DVD World também está disponibilizando esse serviço, embora com pouquíssimos títulos, entre eles, "Ratatouille", "Zodíaco", "Treze Homens e um Segredo", "Homem-Aranha 3", "Uma Noite no Museu", "O Último Rei da Escócia", entre outros. Em relação à séries, somente "Lost", 3ª Temporada está sendo oferecido.

Segundo a Folha de São Paulo, a Moviemobz, também estará oferecendo esse serviço a partir do segundo trimestre de 2008 com uma lista de 200 títulos. O site ainda irá oferecer a possibilidade de agendar uma sessão de cinema e criar comunidades (os antigos cineclubes). Visto que um dos sócios da empresa é da Rain Network, as sessões de cinema que poderão ser agendadas estão restritas a títulos exibidos com a tecnologia digital Rain (são 149 salas no país).

Ultimamente, o VOD também está sendo utilizado pelos veículos publicitários. O comercial fica disponível para quem desejar saber mais informações sobre um determinado produto (carro, aparelho eletrônico, etc).

A distribuição que a Sony estará oferecendo, é uma variação do serviço que está sendo explorado até agora. Ou seja, ao invés de baixar e assistir o filme/série (seja na TV, seja na Internet, seja para locação, seja para venda), o cliente recebe o produto em casa (igual ao que se compra na loja) autorado pela distribuidora. A diferença está no fato de que ele foi prensado especialmente para essa venda e não para ser distribuido e exposto em lojas.

Comentários

Interessante esse DVD por demanda aí. Será que uma coisa dessas chegaria ao Brasil? Mas mesmo que chegue, acho que jogaria para as nuvens o preço de uma temporada de uma série qualquer.

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

Sharona Reencontra Monk

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial