Dexter Estréia Na Fox


Em meio a tantas séries sobre tribunais, investigações, legistas e advogados, estréia hoje à noite uma das produções que conseguiu sair do lugar comun e abordar um tema de forma diferenciada. Algo difícil hoje em dia já que o que temos visto, no geral, são novas roupagens para antigos temas e roteiros. A série tem como base os livros "Dreaming Dexter" e "Dearly Devoted Dexter", de Jeff Lindsay.

Estrelada por Michael C. Hall, de "A Sete Palmos/Six Feet Under", um dos grandes responsáveis pelo sucesso da série, "Dexter" foge do padrão ao apresentar um "herói" obssecado por sangue. Não, ele não é vampiro. Ele é algo mais humano, por assim dizer. Dexter é um assassino em série. Uma pessoa que tem prazer em matar. Não apenas pela morte, em que se dá um tiro ou uma facada, mas pelo processo de preparação do local, da vítima e da própria morte. Tendo desde pequeno demonstrado esse distúrbio, seu padrasto, um policial, resolve educá-lo de forma que ele não faça mal à pessoas inocentes. Assim, Dexter passa a fazer justiça com as próprias mãos. Mas ao invés de perseguir e prender um criminoso que conseguiu escapar ao sistema legal (já visto em séries como "Justiça Final" e outras), ele os mata.

O garoto cresceu e arranjou uma profissão das mais proveitosas: especialista em sangue, algo que ele coleciona quando executa suas vítimas. Como especialista forense do Departamento de Polícia da cidade de Miami, Dexter está em uma situação aparentemente confortável. Extremamente metódico, ele executa suas vítimas cuidando de todos os detalhes para que mais tarde, quando for chamado para coletar evidências, não haja resquícios de sua passagem pelo local.

Desprovido de sentimentos, esse ser, um sonâmbulo que caminha entre os vivos em busca de sua próxima vítima, é o herói da série. Narrada na primeira pessoa, "Dexter" explora a moralidade dos dias de hoje: quem é bandido e quem é herói? Quem somos realmente? Quem está capacitado para fazer justiça? E uma grande questão: onde termina os limites da justiça e inicia-se a obsessão, o fanatismo, o prazer sádico de dominação.

"Dexter" está entrando em sua segunda temporada nos EUA, que estréia no dia 30 de setembro, quando contará com a participação de Keith Carradine em 11 episódios, interpretando um agente do FBI, Frank Lundy. Ele chega à Miami para investigar uma série de assassinatos.

A primeira temporada que estréia agora tem 12 episódios. A série começa hoje na Fox às 21h, em sua versão dublada, com opção de som original para quem tiver o sistema digital da TV a cabo. No elenco também estão Julie Benz, Jennifer Carpenter, Erik King, C.S. Lee, Lauren Velez, David Zayas e James Remar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

Sharona Reencontra Monk

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial