Quem Disse que era James Stacy...


...acertou!!!

O ator, hoje com 70 anos, integrou o elenco da série de faroeste Lancer, produzida entre 1968 e 1970. Na história, ele interpretava o ex-pistoleiro Johnny Madrid. Seu pai faz uma oferta a ele e a seu meio-irmão, Scott, um advogado, que voltassem a viver no rancho Lancer para ajudá-lo a mantê-lo produtivo e salvo das garras de bandidos. De olho na herança, ambos aceitam a proposta. As histórias giravam em torno das dificuldades de relacionamentos que surgiam tendo em vista as diferenças de opiniões e histórias de vida de cada um, que nunca tinham convivido juntos antes.

Nascido Maurice William Elias, foi jogador de futebol americano até seguir o conselho de um amigo e mudar de carreira. Estreou no cinema fazendo ponta no filme Sayonara com Marlon Brando no papel principal. Atuou em vários filmes, entre eles comédias para adolescentes dos anos 50, também teve participação em séries como Gunsmoke, Perry Mason, Combate, Os Monroes, Cimarron Strip, O Jogo Perigoso do Amor, São Francisco Urgente, entre outros.

Foi casado com as atrizes Connie Stevens e Kim Darby (a Miri de Jornada nas Estrelas clássica), com quem teve uma filha. Em 1973 sofreu um acidente com sua moto. Um motorista bêbado bateu em sua moto matando sua namorada e deixando Stacy em estado grave. Ele teve sua perna e braço esquerdos amputados na hora.

Depois do acidente ele ainda fez algumas participações em filmes como Posse, Double Exposure, F/X2 entre outros. Esquiador profissional, Stacy continuou praticando o esporte mesmo depois do acidente, algo que pode ser visto no filme Um Pequeno Inconveniente, de 1977, com o qual foi indicado ao Emmy. Ele ainda teve participações em séries como Cagney & Lacey, O Homem que Veio do Céu e O Homem da Máfia antes de se aposentar.

Em 1996 foi acusado de molestar uma menina de 11 anos, amiga de sua filha. Antes do julgamento, Stacy fugiu para o Havaí e tentou se matar jogando-se de um penhasco. Mas sobreviveu e foi condenado a seis anos de prisão. O ator cumpriu sua pena e liberado em 2001. Atualmente vive com sua família e participa de eventos em que atores de séries antigas encontram-se com seus fãs em eventos que ocorrem durante todo o ano nos EUA.

Comentários

Anônimo disse…
Na minha adolescência, fazia de tudo para não perder um episódio de Lancer, principalmente, por causa de James Stacy. Sua imagem ficou gravada em minha memória e hoje, entro no YouTube e revejo cenas dos episódios e gostaria de rever essa séria inteirinha!!! James é um vitorioso, pois poucos continuariam a atuar na condição dele, naquela época. Espero que agora ele esteja mais tranquilo e receba o carinho de sua família e seus fãs.
Anônimo disse…
Johnny Lancer, aquele que me fazia voar depois da aula na 5a série para chegar a tempo e não peder Lancer que eu assistia numa velha TV preto e branco, Johnny Lancer... que usava aquela calça com os botões laterais... ah que saudade desse tempo...
Johnny Lancer foi meu primeiro amor platônico. Espero que hoje se encontre bem e feliz.
Eliane Oliveira disse…
Seriado maravilhoso que despertou em mim ternas ilusões. Johnny Maddri Lancer foi meu primeiro amor. No auge da paixão que sentia por ele, escrevi um romance (que espero um dia publicar!) Criei um roteiro do qual muito me orgulho, onde retrato parte da infância dele com Maria Maddri, longe do pai; numa trama maravilhosa que o leva a se tornar pistoleiro. Entre muita ação, entre muitos encontros e desencontros ele descobre seu verdadeirto amor. Sim!!!! Posso garantir que Johnny Lancer teve um final muito feliz!!!
Unknown disse…
Nossa, coisa boa rever o Lancer. Fui apaixonada pelo Johnny...sonhava com ele sempre e não perdia um episódio. Tinha ciumes da "Tereza"que eu achava que gostava dele rsrsr ah, o amor platônico, como é bom relembrar rsrs. Parabéns por dar-nos esse privilégio de rever bons momentos da infancia.

Postagens mais visitadas deste blog

Monk dá Adeus ao Público (com adendo)

Sharona Reencontra Monk

The Heavy Water War, Minissérie Norueguesa Retrata Missão Histórica na 2ª Guerra Mundial