quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Falecimentos

Bobby Hoy (1927-2010)

Ator e dublê, conhecido pela série "Chaparral", Bobby Hoy faleceu no dia 8 de fevereiro, aos 82 anos, vítima de câncer.

Nascido Robert Francis Hoy em 1927, Bobby cresceu com a mãe, divorciada, e com a irmã, que morreria em 1962. Aos 7 anos de idade começou a trabalhar em um rancho e mais tardes uniu-se aos fuzileiros. Em 1946 voltou a trabalhar em um rancho em Nevada onde participou de rodeios. Sua habilidade em montar cavalos o levou a conseguir trabalho no cinema como dublê em filmes de faroeste.

Ao longo da década de 50 ele se tornou um dos profissionais mais requisitados de Hollywood, tendo sido dublê de atores como Charles Bronson, Tony Curtis, Robert Forster, Ross Martin, Tyrone Power, David Janssen, Telly Savalas, Charles McGraw, Jay Silverheels e Abby Lane. No final da década, Hoy fez a transição para a televisão onde começou a interpretar pequenos papéis em episódios de séries. Sua espontâneidade e facilidade em atuar diante das câmeras o levaram a conquistar participações melhores.


Entre as séries em que trabalhou seja como ator, seja como dublê, estão "Aventura Submarina/Sea Hunt", "O Paladino da Justiça/Have Gun Will Travel", "Johnny Ringo", "Procurado Vivo ou Morto/Wanted Dead or Alive", "Bat Masterson", "Peter Gunn", "Laramie", "O Homem do Rifle/The Rifleman", "Os Intocáveis/The Untouchables", "Combate", "O Marcado/Branded", "O Homem de Virgínia/The Virginian", "O Agente da UNCLE", "Laredo", "O Besouro Verde/The Green Hornet", "Glenn Ford é a Lei/Cade's County", "O Carro da Morte/Bearcats!", "Missão: Impossível", "Bonanza", "Kung Fu", "Barnaby Jones", "O Mágico", "Matt Helm", "Arquivo Confidencial/Rockford Files", "O Homem de Seis Milhões de Dólares", "São Francisco Urgente", "Switch", "Mulher Maravilha", "Os Gatões", "240-Robert", "Operação Resgate/Salvage-1", "Vega$", "Havaí 5-0", "Carga Dupla/Simon and Simon", "Magnum", "Dallas", "Duro na Queda/The Fall Guy", "Águia de Fogo/Airwolf", e muitas outras, sendo a mais recente a série "Malcolm in the Middle".

Por curiosidade, Hoy foi o segundo em comando da equipe de dublês da série "Zorro", produzida no final dos anos 50 pela Disney; também  esteve no episódio "O Diabo na Escuridão", de "Jornada nas Estrelas", mas ninguém conseguirá identificá-lo, pois ele estava embaixo da Horta, responsável em fazê-la andar.

A grande oportunidade de Hoy como ator surgiu em 1967 quando o produtor Kent McCray o contratou para o elenco de "Chaparral" após conhecê-lo na série "Bonanza". Na série, Hoy intercalava seu tempo trabalhando como dublê e ator, interpretando um dos auxiliares do rancho, Joe Butler.

Atuando como dublê e ator entre os anos de 1949 e 2005, Hoy também foi um dos co-fundadores da Associação de Dublês de Cinema, a Stuntmen's Association of Motion Pictures. Como coordenador de dublês, Hoy teve como aluno Ivan Dixon, que se tornaria ator na série "Guerra, Sombra e Água Fresca/Hogan´s Heroes", e mais tarde diretor.   

Nesse mês de fevereiro, Hoy recebeu a Golden Boot, homenagem feita pela Motion Pictures & Television Fund por sua contribuição ao gênero faroeste.


Eric Freiwald (1927-2010)

O roteirista faleceu enquanto dormia, no dia 29 de janeiro aos 82 anos de idade.

Nascido em 24 de setembro de 1927, Eric serviu na marinha durante a 2ª Guerra Mundial. De volta aos EUA, iniciou sua bem sucedida carreira de roteirista em filmes e séries de TV.

Em parceria com o roteirista Robert Schaefer, Eric começou escrevendo roteiros para séries as séries "As Aventuras de Kit Carson", "Hopalong Cassidy", "O Show de Gene Autry", "As Aventuras de Bill Hickok" "Colt 45", "Maverick", "A Família Buscapé" e "Salty", entre outras.

Entre 1954 e 1957, foi roteirista da série "Annie Oakley", e de "The Lone Ranger", entre 1954 e 1957. Mas seus trabalhos mais conhecidos são a série infantil "Lassie", para a qual escreveu roteiros entre 1959 e 1973, e a novela "Young and the Restless", entre 1998 e 2009. O roteirista também trabalhou para a Western Publishing, editora famosa por lançar histórias em quadrinhos de séries de TV pela Gold Key e pela Disney.


 Sônia de Moares (1932-2010)

A atriz e dubladora brasileira faleceu no dia 17 de janeiro aos 78 anos de idade. Sobrinha de Dulcina de Moraes, atriz de teatro, Sônia atuou como atriz de teatro, dubladora, diretora de dublagem e tradutora de filmes.

Entre seus trabalhos mais conhecidos como dubladora está a série "Batman", na qual foi a 2ª voz de Julie Newmar, a Mulher-Gato. Também esteve em "As Novas Aventuras do Superman", dublando a mãe de Clark Kent (Dean Cain); "Pássaros Feridos" (Barbara Stanwick); as séries animadas "A Família Addams" (anos 90), como a avó; "Josie e as Gatinhas" (Melody); "Superdínamo", dublando o herói japonês; "A Princesa e o Cavaleiro" (a Rainha da Terra de Prata), o filme "Titanic" (Gloria Stuart), a novela infantil "Carrossel", e foi a voz de Olívia Palito nas produções dos anos 70 a 80.

Abaixo, imagens de bastidores de uma entrevista com Sônia Moraes realizada em março de 2009 no Retiro dos Artistas:

2 comentários:

Roberto disse...

Que pena a notícia sobre a Sônia de Morais. Perdemos mais uma voz única. Juntamente com a Vera Miranda era uma das minhas "vozes" preferidas. Mais uma que se reúne àquela turma boa que já está lá no Céu.

jose paulo disse...

Apenas para tirar uma dúvida, ela não teria dublado a Alexandra de Josie e as Gatinhas?

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.