quarta-feira, 7 de outubro de 2009

No Final dos Anos 50


Como era a TV naquela época? Graças à Warner Brothers Television e à ABC, repleta de séries policiais com atores charmosos. Uma delas era Hawaiian Eye, criada por Roy Huggins e lançada dia 7 de outubro de 1959. Ela apresentava os investigadores Tracey Steele (Anthony Eisley) e Tom Lopaka (Robert Conrad), sócios em uma agência de detetives estabelecida em Honolulu. Seu principal cliente era o hotel Hawaiian Village, ao qual também ofereciam serviços de segurança.

Para resolver seus casos, eles contavam com a ajuda de Cricket Blake (Connie Stevens), cantora do hotel, e do músico Kim Quisado (Poncie Ponce). Na quarta temporada, com a saída de Steele, Lopaka ganhou outro sócio, Greg McKenzie (Grant Williams). De acordo com Eisley, sua substituição foi exigida pelo patrocinador. Também em 1962, o hotel ganhou o diretor social Philip Barton (Troy Donahue).


Robert Conrad, Connie Steven e Troy Donahue

Embora a série apresentasse as belezas do Havaí, ela era de fato filmada nos estúdios da Warner em Burbank, na Califórnia. Essa localização permitia aos produtores cruzarem Hawaiian Eye com outras três séries filmadas nos estúdios da Warner, 77 Sunset Strip (1958-1964), também criada Roy Huggins e que se passava em Los Angeles; Bourbon Street (1959-1960), de Charles Hoffman, com ação em New Orleans; e Surfside Six (1960-1962), de William T. Orr e Hugh Benson, que se passava em Miami e tinha Troy Donahue no elenco. Assim, roteiros e personagens iam de uma série a outra.

A estreia coincidiu com um fato muito importante, em 21 de agosto, o Havaí tornou-se o 50º estado da união. Esse fato, aliado ao estímulo dado ao turismo e aos empreendimentos imobiliários que começaram a ter lugar nas ilhas, contribuiu para a popularidade da série, que durou quatro temporadas. Seu último episódio foi ao ar dia 2 de abril de 1963.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.