terça-feira, 8 de setembro de 2009

Desperate Housewives Ganha Spinoff...Bom, Mais ou Menos...

O marketing continua em busca de novas formas sedutoras de divulgar seus produtos, seja dentro ou fora da trama das séries. O mais novo projeto de Marc Cherry, autor de "Desperate Housewives" é produzir uma spinoff para divulgar produtos patrocinadores.

Em breve os fãs da série poderão assistir durante seu intervalo comercial, spots publicitários de uma empresa de telefonia celular estrelados por Rebecca Staab e David Chisum, atores de novelas que já tiveram participações em séries. Eles formarão um novo casal que irá morar em Wisteria Lane e terão uma história paralela, independente da trama da série. Serão oito spots publicitários exibidos em "episódios sequênciais" de 35 segundos de duração, filmados nos cenários da série e utilizando a mesma equipe técnica.

Para "linkar" a trama da série à dos spots publicitários, Rebecca e David poderão ser vistos em participações em episódios de "Desperate Housewives". Não está claro que tipo de participação o casal terá na série, mas alguns jornais americanos acreditam que seja algo à lá Alfred Hitchcock em seus filmes. O casal estréia em comerciais no dia 22 de setembro e, a partir do dia 25 de outubro, o público poderá começar a vê-lo na série, provavelmente como figurantes.

Rebecca Staab e David Chisum

Este tipo de recurso para divulgar produtos existia nos anos 50. A diferença é que eles eram integrados à trama das séries cômicas e humorísticos. Em "The George Burns and Gracie Allen Show", por exempo, existia um personagem que divulgava a marca de café patrocinadora da série. Na trama ele era um amigo de George, mas também o garoto propaganda da marca de café. Assim, dentro dos diálogos, ele divulgava o produto. "I Love Lucy" surgiu em 1951 e rompeu com essa "tradição" que teve início em 1945. Outras sitcoms a seguiram e este recurso ficou restrito aos programas humorísticos e de auditório.

Já na Inglaterra, por volta de 1955, o canal comercial ITV chegou a produzir uma série cujo único objetivo era anunciar produtos. Nela, o público acompanhava a vida de uma pequena comunidade que se reunia em um pub para falar sobre seu dia-a-dia. Cada personagem tinha 30 segundos para anunciar onde comprou seu casaco ou qual a melhor marca de sabão em pó.

Agora, a ABC recruta este recurso como uma forma de combater o avanço do TiVo, que permite os telespectadores gravar a seus programas preferidos e avançar a imagem na hora dos comerciais. Criando uma trama paralela dentro dos intervalos comerciais força o público a acompanhar a história, mesmo ela sendo produzida para divulgar produtos e estreladas por outros atores que não o elenco da série. Se der certo, pode virar moda.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.