domingo, 20 de setembro de 2009

The Cosby Show


Há 25 anos, estreava a série cômica The Cosby Show, mostrando a rotina de uma família de classe média-alta. O tema não seria atípico, não fosse o fato dessa família ser composta por negros. Ao contrário do que era normalmente apresentado na TV, a família Huxtable era proeminente e tinha muita classe. Suas estórias não apenas recuperaram a audiência da NBC nas noites de quinta, mas também revitalizaram o gênero abordando as diferenças de classe social e raça nos Estados Unidos. A série era estrelada por Bill Cosby (Dr. Cliff Huxtable), Phyllicia Rashad (Clair Huxtable), Malcolm-Jamal Warner (Theo), Sabrina LeBeauf (Sondra), Lisa Bonet (Lisa), Keshia Knight Pulliam (Rudy) e Tempestt Bledsoe (Vanessa).

Malcolm-Jamal Warner e Bill Cosby

A idéia nasceu de um monólogo sobre a criação dos filhos apresentado por Bill Cosby. Impressionado com o texto, Brandon Tartikoff, um diretor da NBC, recrutou Marcy Carsey e Tom Werner para produzir um piloto e 5 episódios. O psiquiatra Alvin Pouissante foi contratado como consultor para ajudar a mudar o estereótipo do negro na TV, fazendo o público reavaliar seus conceitos. Assim, Cliff e Clair são pais exemplares, profissionais competentes, cujos filhos têm boa educação.

Tempestt Bledsoe, Keshia Knight Pulliam e Olivia Kendal

Em abril de 1992, quando seria apresentado o último episódio, a cidade de Los Angeles ficou tomada por protestos e tudo indicava que a cobertura da KNBC-TV impediria a transmissão do final de The Cosby Show. Enquanto o prefeito Tom Bradley batalhava para restaurar a ordem na cidade, ele conseguiu convencer o canal a transmitir o episódio como fora programado.

Para celebrar os 25 anos, o canal a cabo WGN America preparou uma programação especial dedicada à série, com uma maratona de episódios e o especial The Cosby Show 25th Anniversary Special.

Nenhum comentário:

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.