terça-feira, 28 de julho de 2009

Comic Con 2009: Relatório dos Painéis de Doctor Who, Torchwood, Being Human e Warehouse 13

Doctor Who

O painel de "Doctor Who", uma das mais cultuadas séries inglesas de todos os tempos, contou com as presenças de David Tennant, o décimo ator a interpretar o personagem. Também à mesa estava Julie Gardner e Russell T. Davies, produtores executivos, e Euros Lyn, diretor.

Tennant faz sua despedida junto ao público, visto que esta é a última convenção da qual ele participa como o intérprete da série. A partir do ano que vem um novo ator assume seu posto. "Doctor Who: The End of Time" é um especial de natal que será exibido em dezembro deste ano. Na trama teremos as presenças de Catherine Tate, como Donna Noble, Lucy Saxon, como Alexandra Moen e o retorno de John Simm como o Mestre. O ator é conhecido do público brasileiro por estrelar a série também inglesa "Life on Mars".

Durante o painel Tennant deixou claro em várias ocasiões seu agradecimento pelo carinho dos fãs, ressaltando a relação de amizade que existe entre ele e o grupo de atores, bem como a equipe que produz "Doctor Who". Tennant admitiu que não estava preparado para a fama que a série lhe trouxe. Considerando estranho ver seu rosto estampado não apenas em jornais e revistas, mas em camisetas, canecas, bonés e até em bolos. "A escola de arte dramática não nos preparam para esta realidade", disse ele.

O painel trouxe informações e curiosidades de bastidores, incluindo a questão de orçamento. Tendo em vista a crise econômica que vivemos, a Inglaterra, que tem um aparato bem menor que a indústria americana, vem sofrendo cortes significativos no orçamento de produção de suas séries.

Séries de ficção e aventura têm sido canceladas por serem elas que mais necessitam de investimento financeiro. "Doctor Who" vem conseguido sem manter, embora, segundo Gardner, ultrapassem regularmente o orçamento previsto para cada episódio. A produtora disse que eles buscam compensar com os episódios da série os gastos com especiais como este que veremos no natal. Um dos segredos, revelou ela, é cobrar favores!

Tennant comentou que um dos casacos marrons que utiliza na série desapareceu dos sets de filmagem. Brincando, ele acusou John Barrowman, de "Torchwood", dizendo que o ator gosta de levar para casa lembrancinhas das séries e filmes em que trabalha e que, portanto, deveria ser revistado.

Trailer:


Esta versão de "Doctor Who" que teve início em 2005 tem sido a mais popular a nível mundial. Geralmente restrita ao Reino Unido e Estados Unidos, a série ultrapassou barreiras com os novos episódios produzidos. É claro que a Internet teve grande influência nesta receptividade conquistada em outros países, inclusive no Brasil, onde a série permaneceu inédita até chegar esta fase da produção iniciada em 1963. No painel, o produtor Russell T. Davis apontou o trabalho realizado por Julie Gardner como um dos responsáveis pela penetração da série a nível mundial.

Tal qual Matt Groening revelou em seu painel da série "Os Simpsons", Russell também trouxe a público a informação de que "Doctor Who" entrou para o livro dos Recordes como a série de ficção científica de maior sucesso na televisão.



Por sua vez, Tennant aproveitou o painel para negar os rumores de que ele estaria no elenco do filme "The Hobbit", mas que interpretará um vilão em "St. Trinian´s 2". Ele também confirmou sua participação na spinoff de "Doctor Who", "The Sarah Jane Adventures", na qual reprisa seu famoso personagem no episódio "The Wedding of Sarah Jane Smith". Os produtores aproveitaram para negar que exista qualquer projeto para levar a série para o cinema.

No final, Gardner revelou que os bastidores da participação da série na Comic Con estão sendo gravados para figurar como material Extra no DVD "Doctor Who Confidential".


Torchwood

Um dia antes do painel oficial da série, John Barrwoman e David Tennant se encontraram com o público para apresentar episódios de suas séries exibidos na Comic Con deste ano. O video abaixo mostra momentos divertidos do encontro dos dois.



No dia do painel, compareceram à mesa o ator John Barrowman, Russell T. Davis e Euro Lynn.

Cuidado com Spoilers!

A terceira temporada da série, dividida em cinco episódios, "Children of Earth", foi recentemente exibida no Reino Unido e nos EUA, via BBC America. A grande pergunta que ficou é: a série terá uma quarta temporada? Apesar do grande sucesso que a spinoff de "Doctor Who" vem conquistando, a BBC não se pronuncia em relação a esta questão.

Em entrevistas à imprensa, anteriores à convenção, Russel T. Davies declarou que a produção está pronta para a quarta temporada, esperando apenas o sinal verde do canal. Já John Barrowman, disse em entrevistas que em sua opinião o fato da terceira temporada ter apenas cinco episódios foi uma espécie de punição do canal ao sucesso conquistado pela série.

Durante o painel não ficou claro se a série foi renovada. Segundo Russell T. Davies, "Torchwood" terá uma nova temporada completa, que na Inglaterra costuma ser de 13 episódios, mas a forma como foi dita deixou dúvidas se ele estava falando sério ou apenas dizendo o que esperava que acontecesse. Mas dias após o painel, o site Comic Mix divulgou uma nota afirmando que a BBC teria renovado a série para a quarta temporada. O canal ainda não se pronunciou oficialmente.

Visto que Barrowman é ator de musicais no teatro, foi indagado se haverá algum dia um episódio musical da série. Davies disse que não, visto que depois do episódio musical de "Buffy, a Caça-Vampiros", dificilmente alguém conseguirá suplantá-lo, então não há razão para tentar.



O painel foi marcado por brincadeiras, mas em um momento mais sério, Davies respondeu às perguntas sobre a morte de Ianto no quarto episódio da terceira temporada. "Se quiserem culpar alguém, culpem à mim, assumo toda a responsabilidade", disse ele. "Fui eu que disse 'vamos matá-lo', fui eu que fiz isto acontecer. Ninguém me fará mudar de idéia e ninguém o trará de volta"

Quando a platéia insistiu, o produtor disse que a série busca trazer alguma realidade em sua trama e por isso as pessoas morrem. Quebrando o clima que a resposta provocou, Barrowman brincou que a morte de Ianto foi mais comentada no Twitter que a de Michael Jackson.

Davis foi acusado de ter sido rude em vários momentos com os fãs na Internet, desde que o episódio foi exibido, ao que ele respondeu "tenho o maior respeito pelos fãs que se manifestam na Internet e compreendo que algumas coisas que disse possam ter sido mal compreendidas".

Já o diretor Euros completou: "censurar um fato importante da vida em nossa trama seria um detrimento ao nosso trabalho e à série". Assim foi encerrada a questão sobre a polêmica morte de Ianto.

Being Human

O painel da série não teve novidades. A série que estreou em 2008 terá a segunda temporada exibida apenas em 2010. Com apenas oito episódios, a produção inicia neste segundo semestre. Sem confirmação se terá uma terceira temporada, os atores já estão no elenco de outras produções. Sua presença na Comic Con se deve unicamente pelo fato de que a série estreou recentemente nos EUA. Desta forma, foram respondidas curiosidades sobre a produção.



Segundo o produtor Toby Whithouse, "Being Human" foi concebida quando uma produtora americana o interpelou para produzir uma sitcom sobre três jovens que compram uma casa e passam a viver juntos. Um deles seria viciado em sexo, um tinha medo de aranhas e o outro tinha problemas para lidar com sua raiva.

Com este conceito, ele achou que seria interessante apimentar a situação de uma forma sobrenatural. Assim surgiram Mitchel (Aidan Turner), um vampiro viciado em sexo; Annie (Lenora Crichlow), um fantasma preso em nosso mundo; e George (Russell Tovey), um lobisomen. O painel contou com as presenças do produtor e dos atores.


Warehouse 13

Esta é uma série americana que estreou recentemente. No painel estiveram David Simkins, criador da série, Jack Benny, produtor, e os atores Allison Scagliotti, Saul Rubinek, Joanne Kelly e Eddie McClintock.

A série apresenta uma equipe formada por um órgão secreto do governo que resgata e descobre, artefatos que estejam de alguma forma ligado ao mundo sobrenatural ou alienígena. Trata-se de uma série de aventura e entretenimento.

Basicamente eles apresentaram ao público o conceito da série, bem como os personagens e agradeceram o apoio do canal SyFy à produção. Na trama, Artie começará a se opor à algumas decisões e enfrentará um antigo parceiro. O ator Mark Richards (de "Battlestar Galactica", fará uma participação na série interpretando um dos superiores da sra. Frederick, responsável pelo local.

Segundo a produção, eles tiram as idéias de seus episódios pesquisando no Wikipedia e no Google sobre artefatos reais e suas histórias. No painel, os atores comentaram sobre os testes que fizeram para os papéis.

Indagados se haverá algum crossover com "Eureka", do mesmo canal, os produtores disseram que dependerá do SyFy e não deles.

__________________

Com esta postagem encerro a cobertura dos painéis da Comic Con 2009. Espero que tenham gostado. Desculpem pela demora em publicá-los, mas foi necessário para poder agrupar o maior número de informações divulgadas durante o painel. Foram utilizados como fontes jornais, revistas e sites oficiais, bem como os próprios painéis divulgados no You Tube.

A partir de agora retorno à "programação" normal do blog.

2 comentários:

Thiago Silva disse...

muito obrigado por trazer esse caminhão de informações diretamente da Comic Con 2009 Fernanda, a cobertura do blog foi excelente e exemplar. quanto a demora em postar as informações, com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo e em vários lugar era impossível trazer tudo de uma vez só. sem contar que em doses menores é até melhor e mais fácil pra acompanhar ;)

Fernanda Furquim disse...

Obrigada Thiago!!!

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.