sábado, 25 de julho de 2009

Comic Con 2009: Relatório do Painel de Dollhouse

Estiveram presentes no painel o criador e produtor da série Joss Whedon, a atriz Eliza Dushku e os atores Dichen Lachman e Fran Kranz.

Cuidado com Spoilers!

Foi apresentado na íntegra o episódio de número 13, que tem o título de "Epitaph One", o qual a Fox decidiu não exibir na TV americana mas que já caiu há alguns dias na Internet visto ter sido lançado no Box de DVD. Na história, a trama se passa em 2019 e um grupo de humanos descobrem as instalações abandonadas do projeto Dollhouse, encontrando um deles ainda ativo. A partir daí, eles tentam descobrir como o projeto afetou a situação atual do mundo. A trama do episódio tem como base as lembranças de personagens as quais não são confiáveis.

Apesar da impressão de que o rumo da história foi alterado, Whedon disse que não haverá alterações drásticas no arco da série. A trama se manterá no tempo presente, sendo que existirão momentos paralelos específicos na nova temporada que apresentará a situação no futuro, a começar pelo primeiro epsiódio. No futuro se viverá as conseqüências do presente.

Durante o painel Whedon agradeceu o apoio dos fãs ao revelar o quão próximo do cancelamento a série esteve em função da baixa audiência da primeira temporada. Praticamente sem qualquer chance de ser renovada, Whedon lutou para convencer a Fox a lhes dar uma segunda chance. O produtor também disse acreditar que a audiência via TiVo e DVD gravável foram fatores decisivos para que "Dollhouse" retornasse com uma segunda temporada.

Alexis Denisof, de "Buffy" e "Angel", terá uma participação semi-regular na série, enquanto que Summer Glau, de "Terminator: The Sarah Connor Chronicle", está em negociação para aparecer em alguns episódios. Já John Cassaday assinou contrato para dirigir pelo menos um episódio da série. Outros atores conhecidos ainda farão participações, mas Whedon não revelou quem são.

Uma das pessoas presentes perguntou a Whedon porque ele costumava matar personagens queridos pelo público. O produtor respondeu existir dois motivos: primeiro porque isto reflete profundamente no desenvolvimento de uma trama e, segundo, porque seu contrato exige que ele o faça. Sem dar maiores detalhes sobre esta questão do contrato, Whedon passou para outra pergunta.

Joss Whedon foi o centro das atenções no painel, apesar da presença de alguns atores de "Dollhouse" no evento. O público estava lá para vê-lo e ouvi-lo. A legião de fãs que o produtor conquistou ao longo dos anos o transformou na estrela de suas séries. Em vários de seus trabalhos, Whedon costuma lidar com tramas que apresentam grandes corporações ou governos que tentam controlar as mentes das pessoas. Indagado sobre isso o produtor disse refletir em seu trabalho o perfil dos Estados Unidos da América, que se baseia na estrutura de mexer com a mente das pessoas, tentando fazê-las acreditar que elas têm necessidade de coisas das quais elas não precisam.

2 comentários:

Joelma disse...

vc faz a melhor cobertura da comic-con, sem ficar regulando informações...legal, parabéns!

Fernanda Furquim disse...

oi Joelma, muito obrigada!!!

Copyright@ 2006-2010 - Revista TV Séries. Textos com seus direitos reservados.